Jornal do Commercio
Arte

Artista Banksy colore as ruas devastadas de Gaza

O artista ficou famoso com suas pinturas anônimas em espaços públicos

Publicado em 27/02/2015, às 16h44

Entre as obras deixadas pelo grafiteiro, está uma torre de vigia que serve de carrossel para crianças / Foto: MOHAMMED ABED / AFP

Entre as obras deixadas pelo grafiteiro, está uma torre de vigia que serve de carrossel para crianças

Foto: MOHAMMED ABED / AFP

Da AFP

Banksy, artista de rua mundialmente conhecido, viajou secretamente para a Faixa de Gaza para decorar com seus famosos grafites naïfs e políticos as ruínas do enclave palestino devastado pela última guerra.

O artista, que ficou famoso com suas pinturas anônimas em espaços públicos, publicou em seu site um vídeo que  mostra sua visita à Gaza, onde teria entrado por um túnel subterrâneo e clandestino.

"Este ano, caberá a VOCÊ descobrir um novo destino" clama o vídeo, que ironiza ainda mais longe: "os habitantes se divertem tanto que nunca deixam" Gaza, em referência ao frástico bloqueio israelense ao território.

As pinturas e grafites constituem uma forte crítica à guerra de 2014, que destruiu ou danificou dezenas de milhares de habitações e matou quase 2.200 palestinos, em sua maioria civis. Do lado israelense, 73 pessoas morreram, quase todas soldados.

Entre as obras deixadas pelo grafiteiro, está uma torre de vigia que serve de carrossel para crianças, ou ainda um gatinho gigante pintado em uma parte de muro aos pés do qual há um emaranhado de hastes de metal.

O proprietário do local, um habitante de Beit Hanoun, no norte da Faixa de Gaza, comemorou "esta marca histórica que lembrará para sempre a dor da perda de minha casa".

Este artista britânico, cuja identidade continua incerta, começou a pintar nos muros de Londres, antes de se tornar sucesso internacional.

Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM