Jornal do Commercio
ESPAÇO

Estudo mostra que Via Láctea é maior do que se imaginava

Também foi descoberto que nossa galáxia é formada por cinco braços espirais, e não quatro

Publicado em 30/09/2016, às 08h29

Graças a esse mapeamento, foi possível chegar a novas conclusões sobre a estrutura da Via Láctea / Foto: Reprodução
Graças a esse mapeamento, foi possível chegar a novas conclusões sobre a estrutura da Via Láctea
Foto: Reprodução
ABr

A massa da Via Láctea, que abriga nosso sistema solar, é três vezes maior do que se pensava, de acordo com um novo estudo realizado pela Academia Chinesa de Ciência. As informações são da Agência Lusa.

A pesquisa guiada pelo astrônomo Ye Xu trouxe dados e medidas inéditos, obtidos a partir de observações com radiotelescópios localizados nos Estados Unidos e imagens de alta resolução da galáxia.

Graças a esse mapeamento, foi possível chegar a novas conclusões sobre a estrutura da Via Láctea, que é bastante difícil de estudar, dado que estamos em seu interior.

"A Via Láctea não deve mais ser considerada uma galáxia anã, mas sim uma irmã-gêmea de Andrômeda", declarou o astrônomo italiano Luca Moscadelli, que participou da pesquisa.

De fato, a galáxia é uma gigante espiral: ela se revelou mais veloz, larga e massiva do que se imaginava, por isso a classificaram como gêmea de Andrômeda – a maior das galáxias que constituem o Grupo Local.

Novas descobertas

Além disso, descobriu-se que nossa galáxia é formada por cinco braços espirais, e não quatro. O sistema solar se encontra no braço chamado Orion, que também se revelou mais extenso e muito parecido com os vizinhos Sagitário e Perseu.

Por fim, o estudo conseguiu estimar com mais precisão a distância do Sol até o centro da galáxia, fixada agora em 27,2 mil anos-luz.

Outra surpresa para os cientistas foi a velocidade de rotação galáctica no ponto em que se encontra nosso sistema planetário: 240 km por segundo, 10% mais rápido do que apontavam os dados antigos.

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM