Jornal do Commercio
PREVENÇÃO

OMS enviará um milhão de vacinas contra cólera ao Haiti

A possibilidade de que um surto de cólera ressurja no Haiti é bastante alarmante

Publicado em 11/10/2016, às 12h39

Mais de 10 mil pessoas morreram no Haiti por causa da cólera / HECTOR RETAMAL / AFP
Mais de 10 mil pessoas morreram no Haiti por causa da cólera
HECTOR RETAMAL / AFP
AFP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta terça-feira (11) que enviará um milhão de vacinas contra a cólera ao Haiti, onde novos casos estão surgindo após a passagem devastadora do furacão Matthew na semana passada.

O especialista em cólera da OMS Dominique Legros afirmou que já houve um "aumento importante" de casos no sul do país, com 148 casos detectados no departamento de Grande'Anse e outros 53 no departamento do Sul, em declarações à imprensa em Genebra.

A possibilidade de que um surto de cólera ressurja no Haiti é especialmente alarmante, já que o país precisou lutar contra esta epidemia após o catastrófico terremoto de 2010 que arrasou o país.

Desde então, um total de 10.000 pessoas morreram desta doença, e uma média de 500 novos casos são registrados a cada semana nos últimos seis anos.

O número de casos começou a aumentar antes que o furacão Matthew atingisse a ilha, onde foram registrados 29.000 casos durante o ano, segundo a OMS.

O furacão, que deixou ao menos 372 mortos em sua passagem pela ilha na semana passada, chegou quando se aproxima a época do ano em que ocorrem mais casos de cólera, explicou Legros.

Vacina

Para tentar frear a expansão da epidemia, a OMS decidiu enviar um milhão de vacinas ao Haiti para uma campanha de imunização em grande escala, declarou o especialista.

São necessárias duas doses da vacina para uma proteção total, mas Legros afirmou que a OMS e as autoridades do Haiti estavam considerando mobilizar uma campanha de uma dose para pode alcançar mais pessoas.

Legros explicou que uma dose da vacina pode fornecer uma proteção completa durante seis meses. Isso seria "suficiente para cobrir o período com mais risco", acrescentou.

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM