Jornal do Commercio
MORTES

Incêndio mata adolescentes em abrigo na Guatemala

Ao menos 22 garotas, com idades entre 14 e 17 anos, morreram em um incêndio em um abrigo para vítimas de maus-tratos

Publicado em 09/03/2017, às 07h42

Incêndio aconteceu nessa quarta-feira (8), em San José Pinula / Foto: JOHAN ORDONEZ / AFP
Incêndio aconteceu nessa quarta-feira (8), em San José Pinula
Foto: JOHAN ORDONEZ / AFP
AFP

Ao menos 22 garotas, com idades entre 14 e 17 anos, morreram na quarta-feira (8) em um incêndio em um abrigo para vítimas de maus-tratos familiares na Guatemala.

A tragédia aconteceu depois que 19 jovens internos fugiram para protestar contra abusos sexuais.

Dezenove jovens morreram no local, 17 delas em consequência das queimaduras, enquanto outras três vítimas não resistiram aos ferimentos depois que foram levadas para as UTIs dos hospitais San Juan de Dios e Roosevelt da capital do país.

Dezessete jovens ficaram feridas em incêndio na Guatemala

Dezessete feridos do abrigo deram entrada no hospital San Juan de Dios, dos quais 11 estavam em estado grave devido às queimaduras.

Já a assessoria de imprensa do hospital Roosevelt indicou que deram entrada 24 feridos, seis em estado clínico reservado.

Uma fonte do Instituto Nacional de Ciências Forenses disse a jornalistas que 19 cadáveres carbonizados foram levados sem identificação.

Detalhou que tentariam identificá-los por meio de impressões digitais e, caso não conseguissem, fariam exame de DNA, o que pode demorar.

O incêndio ocorreu no Lar Seguro Virgem de Assunção, em San José Pinula, a 10 km da capital, aparentemente provocado por pessoas dentro do local.

O incidente começou na noite de terça-feira quando um grupo de internos protestou pela má alimentação e maus-tratos dos responsáveis do abrigo.

De acordo com números oficiais, o centro tem capacidade para 400 menores, mas abrigava quase 800.

Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM