Jornal do Commercio
ESTOCOLMO

Homem é indiciado por ataque terrorista na Suécia

Quatro pessoas morreram e quinze ficaram feridas após o ataque

Publicado em 08/04/2017, às 08h20

O primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven, deixou flores no local do atropelamento / Foto: ODD ANDERSEN / AFP
O primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven, deixou flores no local do atropelamento
Foto: ODD ANDERSEN / AFP
AFP

Um suspeito detido na sexta-feira (7) foi indiciado por 'ato terrorista' neste sábado (8), como parte da investigação sobre o ataque com um caminhão que deixou quatro mortos e quinze feridos em Estocolmo, na Suécia, informou a Promotoria.

O suspeito, detido na noite de sexta-feira em Märsta, pequena cidade ao norte de Estocolmo, seria um usbeque de 39 anos simpatizante do grupo Estado Islâmico, segundo o jornal Aftonbladet. Foi indiciado por suspeita de "homicídio com caráter terrorista", disse à AFP a porta-voz da Promotoria, Karin Rosander, que não esclareceu se é o motorista do caminhão.



Quem é o suspeito?

A Promotoria não deu detalhes sobre a identidade do homem, mas sua descrição corresponde a do indivíduo filmado próximo ao local do ataque e sobre o qual havia um alerta de captura. Um segundo homem foi detido mais tarde em um subúrbio de Estocolmo e fontes policiais citadas pelo canal de televisão SVT informaram sobre uma possível "conexão" entre os dois.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM