Jornal do Commercio
China

China lança ao espaço sua primeira nave de abastecimento

O lançamento faz parte dos planos ambiciosos da China de construir uma estação espacial permanente até 2022.

Publicado em 20/04/2017, às 15h24

A Tianzhu-1 é a primeira nave de carga criada na China / AFP
A Tianzhu-1 é a primeira nave de carga criada na China
AFP
AFP

A China lançou nesta quinta-feira ao espaço sua primeira nave de abastecimento, como parte dos seus planos ambiciosos de construir uma estação permanente até 2022.

>>> Trump diz que conta com a China para resolver "problema da Coreia do Norte"
>>> China emite alerta para conflito na Coreia do Norte a qualquer momento

A nave, batizada Tianzhu-1 ("Barco celeste") foi propulsada através do foguete Longa Marcha 7, que decolou do centro de lançamento de Hainan (sul) às 19H41 locais (08H41 de Brasília).



Centenas de espectadores, que se concentraram perto do local de lançamento, comemoraram com gritos e aplausos quando a nave atravessou o céu noturno.

Primeira nave de carga

A Tianzhu-1 é a primeira nave de carga criada na China. Seu objetivo é se acoplar ao laboratório espacial chinês Tiangong-2 ("Palácio celeste"), em órbita desde setembro passado.

Este laboratório é a primeira etapa da construção de uma estação espacial tripulada, até 2022, quando a Estação Espacial Internacional (ISS) atual deixar de funcionar.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM