Jornal do Commercio
China

China lança ao espaço sua primeira nave de abastecimento

O lançamento faz parte dos planos ambiciosos da China de construir uma estação espacial permanente até 2022.

Publicado em 20/04/2017, às 15h24

A Tianzhu-1 é a primeira nave de carga criada na China / AFP
A Tianzhu-1 é a primeira nave de carga criada na China
AFP
AFP

A China lançou nesta quinta-feira ao espaço sua primeira nave de abastecimento, como parte dos seus planos ambiciosos de construir uma estação permanente até 2022.

>>> Trump diz que conta com a China para resolver "problema da Coreia do Norte"
>>> China emite alerta para conflito na Coreia do Norte a qualquer momento

A nave, batizada Tianzhu-1 ("Barco celeste") foi propulsada através do foguete Longa Marcha 7, que decolou do centro de lançamento de Hainan (sul) às 19H41 locais (08H41 de Brasília).



Centenas de espectadores, que se concentraram perto do local de lançamento, comemoraram com gritos e aplausos quando a nave atravessou o céu noturno.

Primeira nave de carga

A Tianzhu-1 é a primeira nave de carga criada na China. Seu objetivo é se acoplar ao laboratório espacial chinês Tiangong-2 ("Palácio celeste"), em órbita desde setembro passado.

Este laboratório é a primeira etapa da construção de uma estação espacial tripulada, até 2022, quando a Estação Espacial Internacional (ISS) atual deixar de funcionar.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM