Jornal do Commercio
Saúde

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia na Índia

Segundo os médicos responsáveis pelo tratamento, ela perdeu 250 kg no período de dois meses

Publicado em 21/04/2017, às 11h54

As operações de redução de peso são cada vez mais frequentes na Índia, onde a obesidade está aumentando, especialmente em áreas urbanas / Foto: Pixabay
As operações de redução de peso são cada vez mais frequentes na Índia, onde a obesidade está aumentando, especialmente em áreas urbanas
Foto: Pixabay
AFP

A mulher egípcia considerada até recentemente como a mais obesa do mundo perdeu metade de seu peso, 250 quilos, em dois meses de tratamento na Índia, anunciaram seus médicos.

Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, pesava meia tonelada ao chegar a Mumbai em fevereiro. A mulher sofre de elefantíase, uma doença que causa inchaço dos membros e de outras partes do corpo.

Confinada a viver na cama, foi submetida a uma cirurgia em março. Em vídeos divulgados pelo hospital Saifee a paciente aparece sentada e sorrindo.

"É uma versão mais feliz e mais magra de si mesma. Agora pode se sentar em uma cadeira de rodas e permanecer sentada durante bastante tempo, algo que nem sequer sonhava há três meses", declarou em um comunicado sua equipe médica, anunciando a perda de 250 kg.



Operação cirúrgica

A história desta mulher, que estava há 25 anos sem sair de casa, rodou o mundo e comoveu um cirurgião indiano que se ofereceu para operá-la.

Abd El Aty teve muitas dificuldades para chegar à Índia por causa de sua saúde precária e porque as companhias aéreas não queriam aceitá-la. Finalmente, foi transferida em um avião especial.

A mulher tem perdido gradualmente peso desde que chegou à Índia em meados de fevereiro graças a operação e a um regime líquido.

As operações de redução de peso são cada vez mais frequentes na Índia, onde a obesidade está aumentando, especialmente em áreas urbanas.

A mulher mais obesa do mundo é agora a americana Pauline Potter, que em julho foi inscrita no Livro Guinness de Recordes com 293 kg.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores
#ACulpaNãoÉDelas #ACulpaNãoÉDelas
Histórias de mulheres que passaram anos sendo agredidas por seus parceiros e, com medo, permaneceram em silêncio. Essa série de reportagem discute novos olhares no enfrentamento às agressões contra a mulher, até porque a culpa não é delas

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM