Jornal do Commercio
SAÚDE

Epidemia de meningite deixa mais de mil mortos na Nigéria

De acordo com o Centro Nacional de Vigilância de Doenças, a doença atinge metade dos 36 estados da Nigéria

Publicado em 11/05/2017, às 16h03

Os primeiros casos de epidemia de meningite foram detectados em novembro / Foto: BOUREIMA HAMA / AFP
Os primeiros casos de epidemia de meningite foram detectados em novembro
Foto: BOUREIMA HAMA / AFP
AFP

Mais de 1.000 pessoas morreram desde novembro no norte da Nigéria devido ao vírus da meningite que se propagou na região, embora a epidemia já esteja sob controle, anunciou nesta quinta-feira (11) o Centro Nacional de Vigilância de Doenças (NCDC).

"Até 9 de maio de 2017 foram registrados 13.420 casos de suspeita de meningite em 23 estados do país, que causaram 1.069 mortes, 8% das pessoas infectadas", declarou o NCDC em um comunicado. 



A epidemia está presente em metade dos 36 estados da Nigéria.

Os primeiros casos de infecção pelo vírus da meningite C, que apareceu pela primeira vez como epidemia na Nigéria, foram detectados em novembro no estado de Zamfara.

Depois, o vírus se propagou a outros 22 estados, até que as autoridades lançaram uma campanha maciça de vacinação.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM