Jornal do Commercio
China

Caças chineses interceptaram avião militar americano

O avião cumpria uma missão de rotina sobre águas internacionais quando foi interceptado por dois caças chineses

Publicado em 19/05/2017, às 12h41

O avião WC-135, popularmente chamado de
O avião WC-135, popularmente chamado de "farejador", foi projetado para buscar sinais de atividade nuclear na atmosfera
Foto: AFP/Arquivos
AFP

Dois caças chineses interceptaram um avião militar americano sobre o Mar da China Oriental, informou nesta sexta-feira (19) a Força Aérea americana.

O avião, um WC-135 Constant Phoenix de reconhecimento atmosférico, cumpria uma missão de rotina sobre águas internacionais quando foi interceptado por dois caças chineses Sukhoi Su-30, disse a Força Aérea em um comunicado.



O avião WC-135, popularmente chamado de "farejador", foi projetado para buscar sinais de atividade nuclear na atmosfera.

"O WC-135 estava operando de acordo com as leis internacionais. Embora ainda estejamos investigando o incidente, os relatórios preliminares da tripulação americana caracterizam a interceptação como nada profissional", indicou a Força Aérea.

O incidente será tratado com Pequim por meio dos "canais diplomáticos e militares adequados", acrescentou.

A porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, afirmou em uma entrevista coletiva de rotina que não tinha informações sobre este incidente e o ministério da Defesa chinês não respondeu aos pedidos da AFP para um comentário.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM