Jornal do Commercio
AMÉRICA DO NORTE

Canadá: Trudeau promete firmeza diante de represálias dos EUA

No fim de abril, o presidente americano, Donald Trump, taxou a importação de madeira canadense de construção e ameaçou fazer o mesmo com os produtos derivados do leite

Publicado em 19/05/2017, às 18h40

Justin Trudeau e Donald Trump em encontro na Casa Branca em fevereiro / Foto: SAUL LOEB / AFP
Justin Trudeau e Donald Trump em encontro na Casa Branca em fevereiro
Foto: SAUL LOEB / AFP
AFP

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, prometeu nesta sexta-feira (19) determinação e firmeza para defender os interesses de seu país diante das represálias comerciais dos Estados Unidos. "Continuaremos trabalhando muito firmemente para defender os interesses do Canadá [...] diante do caráter injusto das represálias dos Estados Unidos", disse Trudeau a jornalistas.

No fim de abril, o presidente americano, Donald Trump, taxou a importação de madeira canadense de construção e ameaçou fazer o mesmo com os produtos derivados do leite.



Investigação

Na quinta-feira (18), o Departamento de Comércio americano abriu uma investigação a pedido da montadora de aviões Boeing, que acusa a canadense Bombardier de vender seus aviões para os Estados Unidos por um preço muito menor, graças aos subsídios dados pelo governo.

"No tema da aeronáutica, defenderemos sempre as empresas e os trabalhadores canadenses", garantiu Trudeau.

A ministra canadense das Relações Exteriores, Chrystia Freeland, ameaçou acabar com os contratos do governo do Canadá com a Boeing.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM