Jornal do Commercio
Acidente

Colisão entre destróier dos EUA e navio cargueiro deixa desaparecidos

Sete tripulantes norte-americanos estão desaparecidos após colisão em alto-mar

Publicado em 16/06/2017, às 21h06

Colisão aconteceu no mar do Japão / Foto: Pixabay
Colisão aconteceu no mar do Japão
Foto: Pixabay
AFP

Um destróier dos Estados Unidos e um navio mercante de bandeira filipina colidiram em frente à costa sul do Japão, deixando sete desaparecidos entre a tripulação americana, informou nesta sexta-feira a Guarda Costeira japonesa.

A colisão entre o destróier USS Fitzgerald e o mercante ACX Crystal ocorreu a 56 milhas de Yokosuka, Japão, por volta das 02h30 da madrugada de sábado, hora local (12h30 de sexta-feira, hora de Brasília).



A Guarda Costeira japonesa foi ao local da colisão, mas a magnitude dos danos e o número de feridos ainda precisam ser determinados, informou a Marinha dos EUA.

Um vídeo da NHK News mostra o casco do Fitzgerald, logo à frente da ponte, severamente danificado, e segundo a CNN o navio está fazendo água.

No momento, rebocadores japoneses estão levando o destróier para o porto.

O destróier de 154 metros está baseado em Yokosuka, ao sul de Yokohama e Tóquio, e opera no Pacífico.

O ACX Crystal seguia para Tóquio no momento do acidente.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM