Jornal do Commercio
Ataque

Sete soldados dos EUA feridos por disparos de soldado afegão

Os talibãs emitiram um comunicado no qual não assumiram o ataque, mas o atribuíram a um "soldado afegão patriótico".

Publicado em 17/06/2017, às 14h48

Soldados da Otan patrulham a base aérea de Bagram, norte do Afeganistão / Foto: AFP/Arquivos
Soldados da Otan patrulham a base aérea de Bagram, norte do Afeganistão
Foto: AFP/Arquivos
AFP

Sete soldados americanos ficaram feridos neste sábado (17) por causa dos disparos de um soldado afegão em uma base militar localizada perto de Mazar-i-Sharif (norte), informaram as forças da Otan lideradas pelos Estados Unidos no Twitter. 

A coalizão havia anunciado que um soldado afegão havia morrido e outros ficaram feridos.

Os talibãs emitiram um comunicado no qual não assumiram o ataque, mas o atribuíram a um "soldado afegão patriótico". 



Na semana passada, um soldado afegão matou três militares americanos e feriu outro na província de Nangarhar, em ato reivindicado pelos talibãs.

A base de Shahin é o quartel-general do 209º corpo do exército afegão, onde 150 soldados e policiais locais morreram em abril durante um atentado extremista. 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM