Jornal do Commercio
Reino Unido

Atropelamento em Londres deixou um morto e pelo menos dez feridos

Polícia investiga a ocorrência como um possível incidente terrorista

Publicado em 19/06/2017, às 03h57

Suspeito do ataque foi preso / Foto: AFP
Suspeito do ataque foi preso
Foto: AFP
Estadão Conteúdo

O veículo que atropelou diversos pedestres perto da mesquita de Finsbury Parke, no norte de Londres, deixou pelo menos um homem morto e dez pessoas feridas, segundo autoridades. Oito dos feridos - alguns em estado grave - foram levados a hospitais e outros dois, que sofreram lesões menores, foram atendidos no local.

A polícia, que investiga a ocorrência como um possível incidente terrorista, informou que o homem de 48 anos que estava dirigindo o carro foi preso e levado a um hospital como precaução. Ele passará por uma avaliação para que seja verificada sua saúde mental.

O incidente ocorreu na noite de domingo em um momento em que o bairro multiétnico estava lotado de muçulmanos que deixavam a mesquita após fazer as orações do Ramadã. A polícia disse que o motorista foi detido pela multidão até a chegada dos agentes.



Testemunhas relataram que policiais fizeram massagem cardíaca de emergência em pelo menos

um dos feridos. A polícia de Londres isolou a área.

Mohammed Shafiq, membro da Fundação Ramadhan, uma organização muçulmana, disse que, com base em relatos de testemunhas oculares, o atropelamento pareceu ser um "ataque deliberado contra muçulmanos inocentes".

A primeira-ministra Theresa May descreveu, em nota oficial, a ocorrência como um "incidente terrível" e que "seus pensamentos estavam com os feridos, seus parentes" e "com os profissionais dos serviços de emergência que socorreram as vítimas". Fonte: Associated Press.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM