Jornal do Commercio
MOSSUL

Jornalista iraquiano morto e três franceses feridos em Mossul

Os jornalistas acompanhavam as forças especiais iraquianas que lutam contra grupo Estado Islâmico

Publicado em 19/06/2017, às 15h08

Dois jornalistas foram levados para o hospital de uma base militar dos Estados Unidos / Foto: Odd Andersen/AFP
Dois jornalistas foram levados para o hospital de uma base militar dos Estados Unidos
Foto: Odd Andersen/AFP
AFP

Três jornalistas franceses foram feridos na explosão de uma mina em Mossul, enquanto o jornalista curdo que os acompanhava morreu, anunciaram nesta segunda-feira (19) o grupo France Télévisions e a ONG Repórteres Sem Fronteiras.

Dois dos jornalistas, Véronique Robert e Stéphane Villeneuve, trabalhavam para a #5Bis Productions e preparavam uma reportagem sobre a batalha de Mossul, no Iraque, para um programa do canal público France 2.

Eles foram levados para o hospital de uma base militar dos Estados Unidos. Seu guia iraquiano, Bakhtyiar Addad, que trabalhava para vários meios de comunicação, incluindo France Télévisions, foi morto, segundo a televisão pública.



A RSF expressou no Twitter "sua tristeza depois deste novo drama". 

De acordo com várias fontes, o terceiro jornalista ferido é Samuel Forey, que trabalha para vários meios de comunicação. No Twitter, o repórter da Télérama Nicolas Delesalle disse que Samuel Forey havia sido ferido no braço e no rosto, mas que "passa bem".

Estes jornalistas acompanhavam as forças especiais iraquianas na batalha para recuperar a segunda cidade do Iraque do grupo Estado Islâmico (EI), onde cerca de 100.000 civis são "mantidos como escudos humanos" pelos extremistas, segundo a ONU.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM