Jornal do Commercio
ARÁBIA SAUDITA

Riad diz ter capturado Guardiões da Revolução do Irã; Teerã desmente

O ministério da Informação saudita informou que as três pessoas estão sendo interrogadas

Publicado em 19/06/2017, às 17h01

O comunicado saudita foi difundido depois de Riad anunciar ter apreendido armas e um barco apreendido no Golfo de Marjan / Foto: AFP
O comunicado saudita foi difundido depois de Riad anunciar ter apreendido armas e um barco apreendido no Golfo de Marjan
Foto: AFP
AFP

A Arábia Saudita anunciou nesta segunda-feira (19) ter capturado três membros da Guarda Revolucionária, exército de elite do regime iraniano, a bordo de uma embarcação carregada de explosivos que se dirigia a uma plataforma de petróleo no Golfo, uma informação desmentida pelo Irã.

As três pessoas "estão sendo interrogadas pelas autoridades sauditas", informou o ministério da Informação saudita em um comunicado.

"É claro que se pretendia realizar um ato terrorista em águas territoriais da Arábia Saudita para causar fortes danos às pessoas e à propriedade", afirmou o ministro.

O Irã desmentiu as acusações.

"A identidade dos três indivíduos é conhecida, são originários de Bushehr (porto do sul do Irã) e estavam pescando quando foram detidos pela guarda costeira saudita. Não há nenhuma prova de que sejam militares", declarou Mayid Aghababie, diretor encarregado de fronteiras no ministério do Interior iraniano, citado pela agência Ilna.



O comunicado saudita foi difundido mais de 12 horas depois de Riad anunciar ter apreendido armas e um barco apreendido no Golfo de Marjan na sexta-feira (16).

Ele afirmou, ainda, que o exército efetuou disparos de alarme quando os três pequenos barcos entraram nas águas territoriais e se dirigiam em alta velocidade a plataformas de petróleo.

O comunicado não menciona os explosivos e não detalha que tipo de armas foram encontradas, embora informe que estes elementos indicam que havia "intenções subversivas".

O comunicado não menciona se houve detidos, mas sim que os barcos levavam "bandeiras vermelhas e brancas". Dois dos barcos escaparam, acrescentou.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM