Jornal do Commercio
BALANÇO

Sobe número de pessoas mortas em incêndio em Londres

O incêndio no prédio em Londres na semana passada deixou 79 mortos ou desaparecidos e considerados mortos

Publicado em 19/06/2017, às 07h26

Quase 600 pessoas moravam no imóvel de 120 apartamentos / Foto: AFP
Quase 600 pessoas moravam no imóvel de 120 apartamentos
Foto: AFP
AFP

O incêndio de prédio de apartamentos em Londres na semana passada deixou 79 mortos ou desaparecidos e considerados mortos, anunciou a polícia nesta segunda-feira (19), ao elevar o balanço anterior de 58 vítimas fatais.

"Nesta manhã, temo dizer que agora há 79 pessoas que acreditamos que estão mortas ou desaparecidas e, infelizmente, tenho presumir que estão mortas", afirmou o comandante de polícia Stuart Cundy. 

Cundy disse ter a esperança de que algumas vítimas estejam vivas, ao citar alguns casos de pessoas consideradas desaparecidas que estavam bem.



Incêndio se alastrou rapidamente

O incêndio na madrugada de quarta-feira se alastrou rapidamente na Torre Grenfel, um edifício de 24 andares no bairro londrino de Kensington.

Quase 600 pessoas moravam no imóvel de 120 apartamentos.

"O número de 79 pode mudar", disse Cundy, que prevê novas alterações no balanço e recordou as dificuldades para identificar os corpos "pela intensidade do fogo e a devastação".

Até o momento apenas cinco cadáveres foram formalmente identificados.

"É realmente difícil descrever a devastação provocada pelo fogo", completou.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM