Jornal do Commercio
FMI

FMI elogia reformas 'ambiciosas' de Macron na França

O órgão ampliou sua previsão de crescimento para a França em 2017 para 1,5%

Publicado em 17/07/2017, às 15h06

O governo francês se comprometeu a cumprir o limite de déficit da União Europeia de 3% do PIB / Foto: Loic Venance/AFP
O governo francês se comprometeu a cumprir o limite de déficit da União Europeia de 3% do PIB
Foto: Loic Venance/AFP
AFP

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elogiou, nesta segunda-feira (17), as "ambiciosas" reformas do presidente Emmanuel Macron, afirmando que os cortes de gastos e de impostos "podem contribuir muito para desafios econômicos no longo prazo". 

O órgão ampliou sua previsão de crescimento para a França em 2017 em 0,1%, para 1,5%, e disse que o país pode "avançar ainda mais" no próximo ano.



"O novo governo está tocando um programa econômico ambicioso para deixar a economia francesa mais dinâmica e as finanças públicas mais sustentáveis", disse o FMI após a análise anual da economia francesa. 

"As ansiadas reformas trabalhista e fiscal visam estimular o crescimento, o emprego e a competitividade", acrescentou. 

O órgão também disse que o governo de Macron "enfatizou muito" a necessidade de reduzir os gastos públicos. Esse movimento "ajudaria a gradualmente reduzir o déficit orçamentário e a dívida pública".

O governo francês se comprometeu a cumprir o limite de déficit da União Europeia de 3% do PIB. 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM