Jornal do Commercio
RDC

Naufrágio deixa 27 mortos na República Democrática do Congo

Pelo menos 27 pessoas morreram, entre elas muitas crianças, e 54 permanecem desaparecidas após o naufrágio na quinta-feira (13) de um barco na RDC.

Publicado em 17/07/2017, às 12h44

O acidente mais recente tinha acontecido no dia 16 de junho / Foto: AFP
O acidente mais recente tinha acontecido no dia 16 de junho
Foto: AFP
Agência Brasil

Pelo menos 27 pessoas morreram, entre elas muitas crianças, e 54 permanecem desaparecidas após o naufrágio na quinta-feira (13) de um barco na região Oeste da República Democrática do Congo (RDC), informou à Agência EFE o porta-voz do governo, Lambert Mende.

O acidente foi à noite, no Rio Kasai, quando a embarcação, que levava um grande número de alunos para uma excursão, tombou. As autoridades consideram que a superlotação e a conduta dos pilotos, que aparentemente estavam embriagados, poderiam ter provocado a tragédia.



O governo trabalha para regular o setor, mas os naufrágios ainda são comuns na República Democrática do Congo, já que muitas embarcações são improvisadas e transportam os passageiros sem segurança.

O acidente mais recente tinha acontecido no dia 16 de junho. Na ocasião, 20 pessoas morreram no naufrágio de dois barcos no Rio Congo.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM