Jornal do Commercio
Venezuela

Trump ameaça Venezuela com fortes medidas econômicas

De acordo com Donald Trump, Maduro é ''um mau líder que sonha em se tornar ditador''

Publicado em 17/07/2017, às 21h33

"Os Estados Unidos não ficarão passivos enquanto a Venezuela desmorona", disse Trump em comunicado.
OLIVIER DOULIERY / AFP
AFP

O presidente americano Donald Trump ameaçou Caracas nesta segunda-feira com "medidas econômicas" caso Nicolás Maduro vá em frente com seu projeto de Assembleia Constituinte. Trump disse que Maduro é "um mau líder que sonha em se tornar ditador".

"Os Estados Unidos não ficarão passivos enquanto a Venezuela desmorona", disse Trump em comunicado.

"Se o regime de Maduro impõe sua Assembleia Constituinte em 30 de julho, os Estados Unidos tomarão rápidas e fortes medidas econômicas", afirmou o presidente americano, sem dar detalhes.

Trump saudou o plebiscito simbólico organizado pela oposição venezuelana no domingo, no qual milhões de eleitores rejeitaram a Assembleia Constituinte, ressaltando que suas "fortes e valentes ações continuam sendo ignoradas por um mau líder que sonha em se tornar ditador".

A porta-voz do departamento de Estado Heather Nauert destacou que Washington "está preparado para adotar fortes e rápidas ações econômicas caso o governo da Venezuela leve adiante a Assembleia Constituinte".



Segundo Nauert, "a voz de milhões de venezuelanos não pode ser ignorada", e por este motivo Washington "apela ao governo da Venezuela para que abandone a proposta da Assembleia Nacional Constituinte".

O departamento de Estado apela aos "países do hemisfério e de todo o mundo" para que peçam ao governo Maduro que "suspenda um processo que apenas busca minar a democracia venezuelana".

Durante o dia, o porta-voz da Casa Branca Sean Spicer avaliou que a participação na consulta simbólica organizada pela oposição na Venezuela representa uma mensagem "inequívoca" às autoridades.

"Felicitamos os venezuelanos pela enorme participação no referendo de ontem", disse Spicer, acrescentando que o governo americano "condena a violência dos valentões do governo contra eleitores inocentes".


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM