Jornal do Commercio
Síria

UE amplia lista de sancionados por uso de armas químicas na Síria

A UE acrescentou 16 nomes à lista de pessoas visadas por sanções impostas ao regime sírio devido ao seu papel no desenvolvimento e uso de armas químicas.

Publicado em 17/07/2017, às 10h04

Vítima de um ataque com gás a Khan Cheikhoun, noroeste da Síria, em abril deste ano / Foto: AFP/Arquivos
Vítima de um ataque com gás a Khan Cheikhoun, noroeste da Síria, em abril deste ano
Foto: AFP/Arquivos
AFP

A União Europeia acrescentou nesta segunda-feira (17) dezesseis nomes à lista de pessoas visadas por sanções impostas ao regime sírio devido ao seu papel no desenvolvimento e uso de armas químicas contra civis.

Trata-se de oito oficiais militares e oito cientistas "envolvidos na proliferação de armas químicas e sua utilização", indicou o Conselho da UE, que representa os 28 Estados-membros, em um comunicado.



Com esta decisão, são 255 pessoas proibidas de entrar em território da UE e que tiveram seus bens congelados "por serem responsáveis pela repressão violenta contra a população civil na Síria, tirando partido do regime ou fornecendo seu apoio e/ou por estarem associados a essas pessoas", aponta o comunicado.

Além disso, 67 "entidades" sírias tiveram seus bens congelados.

Em 30 de junho, especialistas da Organização Internacional para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) da ONU confirmaram em um relatório que gás sarin havia sido usado no bombardeio na cidade síria de Khan Shaykhun em 4 de abril.

Os países ocidentais culparam o regime do presidente Bashar Al-Assad pelo ataque, que deixou 87 mortos. 

As sanções contra a Síria foram prorrogadas em 29 de maio e estarão em vigor até 1 de junho de 2018.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM