Jornal do Commercio
EUA

Réplica de ouro do módulo lunar da missão Apolo 11 é roubada nos EUA

Réplica de ouro é uma das três que existem e estava em exposição em um museu de Ohio, nos EUA

Publicado em 01/08/2017, às 12h41

Jóia reproduz a silhueta de aranha da Lunar Excursion Module / Foto: AFP
Jóia reproduz a silhueta de aranha da Lunar Excursion Module
Foto: AFP
AFP

Uma réplica de ouro maciço do módulo da missão Apolo 11, dada como presente ao primeiro homem que pisou na Lua pelo joalheiro francês Cartier, foi roubada do Museu Neil Armstrong em Wapakoneta, indicou a polícia.

Esta peça, de 15 centímetros de altura, "é extremamente rara", pois o famoso joalheiro da Place Vendôme fez somente três cópias, uma para cada um dos astronautas da Apolo 11: Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins.

"É impossível determinar o valor de um objeto como esse", destacou a polícia.

O roubo aconteceu na sexta-feira, antes da meia-noite, neste museu dedicado ao filho mais famoso desta pequena cidade de menos de 10.000 habitantes em Ohio, nos EUA.

Os policiais que chegaram ao local constataram a invasão e o desaparecimento da joia, que reproduz exatamente a silhueta de aranha do Lunar Excursion Module (LEM).



A polícia de Wapakoneta trabalha em colaboração com a polícia de Ohio, o Escritório de Investigação Criminal do estado e a Polícia Federal (FBI).

O apreço pelos objetos relacionados aos astronautas da Apolo 11 é muito forte entre os apaixonados por artefatos espaciais.

Outros artefatos

Há 10 dias, uma bolsa utilizada por Neil Armstrong para recolher as primeiras amostras da Lua, que quase acabou no lixo e depois foi objeto de uma disputa legal, foi vendida na quinta-feira pela Sotheby's por 1,8 milhão de dólares.

Do tamanho de um saco de lixo, esta bolsa de descontaminação ainda contém restos de poeira e pequenas pedras lunares.

Seu proprietário é um comprador anônimo, que fez sua oferta por telefone, e ficou com o objeto depois de um leilão de somente cinco minutos em Nova York.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM