Jornal do Commercio
Comissão da Verdade

Constituinte vai investigar crimes políticos desde 1999 na Venezuela

A Assembleia Constituinte vai investigar os casos de violência política ocorridos desde quando Hugo Chávez assumiu o poder

Publicado em 09/08/2017, às 08h04

Maduro pediu, em particular, a investigação dos
Maduro pediu, em particular, a investigação dos "crimes da direita", como se refere à oposição
Foto: JUAN BARRETO / AFP
AFP

A Assembleia Constituinte vai investigar os casos de violência política ocorridos na Venezuela desde 1999, quando Hugo Chávez assumiu o poder, anunciou a presidente Delcy Rodríguez.

As apurações acontecem no âmbito da "Comissão da Verdade", proposta pelo presidente Nicolás Maduro, para estabelecer responsabilidades por crimes com fins políticos.

"É um instrumento muito poderoso para determinar a verdade, as responsabilidades políticas e morais daqueles que, amparados por poderes imperiais e poderes factuais, se dedicam desde 1999 a subverter o estado de direito", disse Rodríguez durante a segunda sessão da Constituinte.

Na reunião, foi aprovada a lei que cria a "Comissão da Verdade".

Rodríguez afirmou ainda que esse tribunal, presidido por ela, representa um "passo histórico", ainda que a oposição tema uma "caça às bruxas".



"Vai ser um tribunal de inquisição para perseguir quem pensar diferente", denunciou a parlamentar Delsa Solórzano.

A pedido do membro da Constituinte e líder chavista Diosdado Cabello, os poderes públicos e demais instituições serão obrigados a colaborar com as investigações.

"Toda pessoa que deixe de cumprir as obrigações de colaborar ou que crie obstáculos a elas será culpada de infrações", alertou Cabello. 

Pedido de Maduro

Maduro pediu, em particular, a investigação dos "crimes da direita" - como se refere à oposição - durante os protestos contra ele que deixaram cerca de 125 mortos em quatro meses. 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM