Jornal do Commercio
EUA

Trump: alerta a Pyongyang pode não ter sido duro o suficiente

Donald Trump também disse que a China poderia fazer "muito mais" para pressionar Pyongyang

Publicado em 10/08/2017, às 17h36

"É hora de alguém defender o povo desse país e o povo de outros países", disse Trump
Foto: Nicholas Kamm / AFP
AFP

O presidente americano, Donald Trump, afirmou que talvez sua ameaça de lançar "fogo e fúria" sobre a Coreia do Norte por sua corrida armamentícia talvez não tenha sido "dura o suficiente".

Falando ao lado do vice-presidente Mike Pence, Trump também disse que a China poderia fazer "muito mais" para pressionar Pyongyang a por fim a seu programa de armas nucleares.

"É hora de alguém defender o povo desse país e o povo de outros países. Talvez esta declaração não tenha sido suficientemente dura", disse o presidente em seu campo de golfe em Nova Jersey, onde passa férias.



"Acho que a China pode fazer muito mais" para deter as ambições nucleares da Coreia do Norte.

"Acho que a China pode fazer muito mais" sobre este tema, disse sobre o principal aliado econômico da Coreia do Norte, que no sábado passado votou as novas sanções adotadas pelo Conselho de Segurança da ONU contra Pyongyang por seu programa de mísseis nucleares.

Trump disse que a Coreia do Norte "deveria estar muito, muito nervosa. Porque vão lhe acontecer coisas que nunca pensou serem possíveis". 

"Melhor a Coreia do Norte ficar esperta ou vai estar em problemas como poucas nações estiveram em problemas neste mundo, ok?", concluiu.

Pyongyang debochou mais cedo da falta "falta de sensatez" do presidente americano, em uma nova escalada verbal com os Estados Unidos, cujas bases militares na ilha de Guam no Pacífico ameaça atacar.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC recall de marcas 2017 JC recall de marcas 2017
Conheça o ranking das marcas que têm conseguido se manter no topo da preferência dos pernambucanos. O rol é resultado de uma pesquisa realizada pelo Instituto Harrop, há duas décadas parceiro do Jornal do Commercio na realização da premiação
10 anos do IJCPM 10 anos do IJCPM
O Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) comemora 10 anos de história, contribuindo para transformar a vida de jovens de comunidades com histórico de desigualdade social nas cidades de Recife, Salvador, Fortaleza e Aracaju
Chapecoense: um ano de saudade Chapecoense: um ano de saudade
Um ano de saudade. Foi isso que restou. A maior tragédia do esporte mundial, no dia 29 de novembro de 2016, quando houve o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, fez 71 vítimas. Entre elas, dois pernambucanos

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM