Jornal do Commercio
França

Incêndios na Córsega atingem 2 mil hectares e pessoas são evacuadas

Três grandes incêndios atingiram a ilha de Córsega e mil pessoas tiveram que ser evacuadas

Publicado em 12/08/2017, às 12h02

230 bombeiros estão mobilizados em terra para conter incêndios / Foto: PASCAL POCHARD/AFP
230 bombeiros estão mobilizados em terra para conter incêndios
Foto: PASCAL POCHARD/AFP
AFP

Três grandes incêndios atingiram 2.000 hectares na Córsega na noite de sexta-feira (11) e levaram à evacuação de mais de mil pessoas, sem deixar vítimas - disse neste sábado à AFP o prefeito do Departamento da Alta Córsega, Gérard Gavory.

Um homem "suspeito de ter iniciado cinco incêndios na Bastia"", uma cidade de 40.000 habitantes no norte da ilha, foi detido durante a noite, acrescentou Gavory.

Nas últimas 24 horas, a ilha está sendo devorada por vários incêndios. Dois aviões-tanque tentavam apagar as chamas, neste sábado, à espera de um terceiro aparelho, enquanto 230 bombeiros estão mobilizados em terra.



Diante do avanço das chamas, cerca de mil pessoas (500 do camping de Pietracorbara, 202 habitantes de localidades da região e 180 turistas de outro camping, em Sisco, além de dezenas de excursionistas) tiveram de ser levadas para escolas, ou abrigos, completou o prefeito.

Desde meados de julho, o sudeste da França e a Córsega foram atingidos por repetidos incêndios que devastaram mais de 7.000 hectares de vegetação.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM