Jornal do Commercio
Síria

Exército sírio abate 25 membros do EI no centro do país

Ataque ocorreu no deserto de Al Badiya no sábado. No embate, seis sírios também morreram

Publicado em 13/08/2017, às 11h23

Sírios matam ao menos 25 combatentes do EI / Foto: AFP
Sírios matam ao menos 25 combatentes do EI
Foto: AFP
AFP

Pelo menos 25 integrantes do grupo Estado Islâmico (EI) morreram em uma operação de comando aerotransportada do Exército sírio no deserto de Al Badiya, no centro da Síria - informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), neste domingo (13).

No sábado, "25 membros do EI morreram, e outros foram feridos em uma operação de comando das forças do regime sírio com a ajuda de aviões e de helicópteros militares russos" no nordeste da província de Homs (centro), disse à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Nos combates, seis soldados sírios morreram, relatou o OSDH.

Com a operação, o Exército sírio conseguiu recuperar três localidades no deserto, indicou uma fonte militar síria citada pela agência oficial Sana.



Homs

Em 6 de agosto passado, as forças do governo conquistaram Al-Sukhna, último grande bastião do EI na província de Homs, segundo a ONG.

O governo sírio e seu aliado russo confirmaram ontem a conquista dessa cidade estratégica.

"A libertação de Al-Sukhna abre, para as forças governamentais, a possibilidade de uma ofensiva e de quebrar o cerco a Deir Ezzor", uma grande cidade às margens do Eufrates sitiada pelo EI, declarou o Exército em um comunicado.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM