Jornal do Commercio
Brexit

Reino Unido descarta permanecer na UE pela 'porta dos fundos'

'Queremos que nossa economia continue sendo forte e dinâmica nesse período de mudança', afirmaram dois membros do gabinete de Theresa May

Publicado em 13/08/2017, às 12h03

Membros do gabinete de Theresa May voltam a apoiar saída do Reino Unido da UE / Foto: AFP
Membros do gabinete de Theresa May voltam a apoiar saída do Reino Unido da UE
Foto: AFP
AFP

Após semanas de embates, duas figuras-chave do gabinete da primeira-ministra britânica, Theresa May, expuseram neste domingo (13) sua postura comum sobre o Brexit, garantindo que a transição não será usada como uma "porta dos fundos" para estender a permanência na União Europeia (UE).

O ministro britânico das Finanças, Philip Hammond, que defende uma saída da UE mais branda e mais concentrada nas empresas, e o secretário de Comércio Internacional, Liam Fox, partidário de uma estratégia mais dura, envolveram-se em uma disputa retórica sobre o futuro do Reino Unido fora da UE.

Neste domingo, ambos assinaram um artigo de opinião no jornal "The Sunday Telegraph", no qual manifestaram que a saída do Reino Unido do bloco, em março de 2019, não deve acontecer como uma situação de estar "à beira do abismo".

Ambos disseram que o período de transição terá um "tempo limitado" e que o Brexit implicará uma saída do Reino Unido do mercado comum europeu e da união aduaneira.



"Queremos que nossa economia continue sendo forte e dinâmica nesse período de mudança. Isso implica que as empresas têm de ter confiança em que não haverá uma situação de estar à beira do abismo quando deixarmos a UE em um prazo de apenas 20 meses", escreveram.

"Esta é a razão, pela qual acreditamos que este período provisório limitado vai ser muito importante para nossos interesses nacionais no futuro e para dar mais segurança às empresas, mas não pode ser indefinido, não pode ser uma porta dos fundos para permanecer na UE", afirmam.

União aduaneira

No texto, os ministros dizem ainda que ambos têm claro que, "durante este período, o Reino Unido vai estar fora da união aduaneira e vai ser 'um terceiro país', fora dos tratados da UE".

Esta semana, o governo britânico deve começar a publicar os pilares de como pretende abordar as negociações do Brexit.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM