Jornal do Commercio
CHILE E VENEZUELA

Chile intensificará consultas para impor Carta Democrática à Venezuela

O governo do Chile expressou sua "firme" condenação a decisão da Assembleia Constituinte da Venezuela de assumir as competências do Parlamento

Publicado em 18/08/2017, às 22h14

O diplomata uruguaio denunciou a eleição da Constituinte impulsionada por Maduro classificando-a como
O diplomata uruguaio denunciou a eleição da Constituinte impulsionada por Maduro classificando-a como "tremenda fraude"
Foto: Agência Brasil
AFP

O governo do Chile expressou nesta sexta-feira (18) sua "firme" condenação a decisão da Assembleia Constituinte da Venezuela de assumir as competências do Parlamento, controlado pela oposição, o que leva Santiago a intensificar consultas com países vizinhos para aplicar a Carta Democrática Interamericana. 

A decisão da Constituinte, que segue com poderes absolutos na Venezuela, foi recusada pela oposição venezuelana, que denunciou a dissolução do Parlamento pelo governo de Nicolás Maduro. 

O Chile expressou sua "firme condenação" ao decreto da Constituinte que "ratifica a ruptura da ordem democrática e constitucional na Venezuela", de acordo com um sucinto comunicado divulgado pela chancelaria em Santiago. 



No mesmo documento, reitera "não reconhecer" a decisão da Constituinte e "decide intensificar consultas a países próximos com o propósito de aplicar a Carta Democrática Interamericana à Venezuela", acrescenta a nota. 

A Carta foi aprovada em 2001 com o objetivo de fortalecer e preservar a institucionalidade democrática nas Américas. 

"Fraude"

Nesta sexta-feira (18), o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA) requisitou com urgência uma reunião especial do órgão visando tratar a recente decisão da Constituinte. 

O diplomata uruguaio denunciou a eleição da Constituinte impulsionada por Maduro classificando-a como "tremenda fraude", ainda que a OEA não definiu em suas reuniões uma posição comum sobre a crise venezuelana. 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM