Jornal do Commercio
VENEZUELA

Maduro e Zapatero analisam possível diálogo com oposição venezuelana

O ex-chefe do governo espanhol promove há vários meses um diálogo entre o governo de Maduro e oposição para resolver a grave crise política

Publicado em 30/08/2017, às 23h29

Zapatero promove há vários meses um diálogo entre o governo de Maduro e a oposição para resolver a grave crise política / Foto: JUAN BARRETO / AFP
Zapatero promove há vários meses um diálogo entre o governo de Maduro e a oposição para resolver a grave crise política
Foto: JUAN BARRETO / AFP
AFP

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, se reuniu nesta quarta-feira (30) com o ex-chefe do governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero para analisar um possível diálogo com a oposição, informou o mandatário.

Também participou do encontro Delcy Rodríguez, presidente da Assembleia Constituinte que rege a Venezuela com poderes absolutos.

"Tive uma reunião com a presidente da Assembleia Constituinte há alguns minutos, estávamos com o ex-presidente do governo espanhol Rodríguez Zapatero trabalhando todos os temas que têm a ver com o diálogo, acompanhamento do diálogo", disse Maduro em um ato público. 

Segundo o governante, no encontro também se avaliou uma provável cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que pretende restabelecer os vínculos da Venezuela com a região e avaliar um acompanhamento do organismo a eventuais negociações.

Rodríguez Zapatero promove há vários meses um diálogo entre o governo de Maduro e a oposição para resolver a grave crise política, aprofundada com a instalação da Constituinte no dia 4 de agosto, sem a participação dos opositores.

A reunião desta quarta-feira aconteceu um mês depois de Maduro criticar Rodríguez Zapatero por um comunicado em que, segundo o presidente, informava sobre assuntos que se considerava necessário "manter em resguardo".



No texto, o ex-mandatário espanhol disse que o principal responsável para que haja uma negociação é o governo, e pediu "novos gestos", embora tenha frisado que sem vontade e determinação da oposição nada será possível.

Rodríguez Zapatero promoveu um diálogo fracassado de um mês no final de 2016, que também contou com o apoio do Vaticano. A aproximação fracassou entre acusações e descumprimentos mútuos de acordos.

Oposição venezuelana

Henrique Capriles, uma das principais figuras da oposição, afirmou nesta quarta-feira em coletiva que um diálogo deve contar não só com a mediação de Zapatero, mas também de governos da América Latina e da União Europeia, para que seja "transparente".

A coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) exige eleições gerais, sua principal bandeira durante protestos que deixaram cerca de 125 mortos entre abril e julho passado.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM