Jornal do Commercio
VENEZUELA

Maduro e Zapatero analisam possível diálogo com oposição venezuelana

O ex-chefe do governo espanhol promove há vários meses um diálogo entre o governo de Maduro e oposição para resolver a grave crise política

Publicado em 30/08/2017, às 23h29

Zapatero promove há vários meses um diálogo entre o governo de Maduro e a oposição para resolver a grave crise política / Foto: JUAN BARRETO / AFP
Zapatero promove há vários meses um diálogo entre o governo de Maduro e a oposição para resolver a grave crise política
Foto: JUAN BARRETO / AFP
AFP

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, se reuniu nesta quarta-feira (30) com o ex-chefe do governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero para analisar um possível diálogo com a oposição, informou o mandatário.

Também participou do encontro Delcy Rodríguez, presidente da Assembleia Constituinte que rege a Venezuela com poderes absolutos.

"Tive uma reunião com a presidente da Assembleia Constituinte há alguns minutos, estávamos com o ex-presidente do governo espanhol Rodríguez Zapatero trabalhando todos os temas que têm a ver com o diálogo, acompanhamento do diálogo", disse Maduro em um ato público. 

Segundo o governante, no encontro também se avaliou uma provável cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que pretende restabelecer os vínculos da Venezuela com a região e avaliar um acompanhamento do organismo a eventuais negociações.

Rodríguez Zapatero promove há vários meses um diálogo entre o governo de Maduro e a oposição para resolver a grave crise política, aprofundada com a instalação da Constituinte no dia 4 de agosto, sem a participação dos opositores.

A reunião desta quarta-feira aconteceu um mês depois de Maduro criticar Rodríguez Zapatero por um comunicado em que, segundo o presidente, informava sobre assuntos que se considerava necessário "manter em resguardo".



No texto, o ex-mandatário espanhol disse que o principal responsável para que haja uma negociação é o governo, e pediu "novos gestos", embora tenha frisado que sem vontade e determinação da oposição nada será possível.

Rodríguez Zapatero promoveu um diálogo fracassado de um mês no final de 2016, que também contou com o apoio do Vaticano. A aproximação fracassou entre acusações e descumprimentos mútuos de acordos.

Oposição venezuelana

Henrique Capriles, uma das principais figuras da oposição, afirmou nesta quarta-feira em coletiva que um diálogo deve contar não só com a mediação de Zapatero, mas também de governos da América Latina e da União Europeia, para que seja "transparente".

A coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) exige eleições gerais, sua principal bandeira durante protestos que deixaram cerca de 125 mortos entre abril e julho passado.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM