Jornal do Commercio
Tensão

Kim Jong-Un supervisionou bomba H para míssil norte-coreano

A bomba de hidrogênio poderá ser carregada em um novo míssil balístico intercontinental

Publicado em 02/09/2017, às 20h51

Kim Jong-un inspeciona arsenal / Foto: divulgação
Kim Jong-un inspeciona arsenal
Foto: divulgação

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, inspecionou uma bomba de hidrogênio que pode ser carregada no novo míssil balístico intercontinental do país, informou neste domingo (horário local) a oficial Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

Permanecem em aberto perguntas sobre se Pyongyang conseguiu miniaturizar com sucesso seu armamento e se possui uma bomba H que funciona, mas a KCNA citou Kim dizendo que "todos os componentes da bomba H foram 100% fabricados" pela Coreia do Norte.



De acordo com a KCNA, o poder da bomba de hidrogênio é ajustável a centenas de quilotoneladas e pode ser detonada a grandes altitudes.

A agência escreve ainda que com componentes produzidos na região, a Coreia do Norte poderá construir quantas armas nucleares pretender.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM