Jornal do Commercio
CRISE

Rússia pode reduzir mais o número de funcionários diplomáticos nos EUA

Seriam 155 funcionários a menos. Em julho, Putin ordenou a redução de 755 a 455 do número de funcionários da diplomacia dos Estados Unidos

Publicado em 05/09/2017, às 07h58

'Se falamos de paridade absoluta (...) são 455 menos 155', afirmou Vladimir Putin / Foto: WU HONG / POOL / AFP
'Se falamos de paridade absoluta (...) são 455 menos 155', afirmou Vladimir Putin
Foto: WU HONG / POOL / AFP
AFP

O presidente russo Vladimir Putin ameaçou nesta terça-feira (5) reduzir em outras 155 pessoas o número de funcionários diplomáticos dos Estados Unidos no país, em um momento de tensão entre as duas potências.

Em julho, Putin ordenou a redução de 755 a 455 do número de funcionários da diplomacia dos Estados Unidos — russos e americanos - no país, depois das novas sanções econômicas impostas por Washington pelo conflito na Ucrânia.



Moscou deseja alcançar a paridade com o número de funcionários russos nos EUA, um total 455 pessoas, incluindo 155 que trabalham para a missão diplomática russa na ONU. "Se falamos de paridade absoluta (...) são 455 menos 155", afirmou Vladimir Putin. 

"Por isto nos reservamos o direito de tomar uma decisão sobre o número de diplomatas americanos", disse Putin em uma entrevista coletiva na reunião de cúpula dos BRICS na China.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM