Jornal do Commercio
Descanso

Empresa japonesa dá seis dias a mais de férias para não-fumantes

A medida surgiu para compensar as pausas de 15 minutos de cada fumante, que ao serem somadas equivalem a seis dias no ano

Publicado em 31/10/2017, às 10h30

A medida foi tomada após a reclamação de um profissional do grupo que não é adepto do cigarro / Foto: JC Imagem
A medida foi tomada após a reclamação de um profissional do grupo que não é adepto do cigarro
Foto: JC Imagem
JC Online

Além dos males à saúde, o hábito de fumar tem causado outra desvantagem para os trabalhadores de uma empresa no Japão. Funcionários não-fumantes da companhia Piala Inc. terão direito a seis dias a mais de descanso. A medida surgiu para compensar as pausas de 15 minutos de cada fumante, que ao serem somadas equivalem a seis dias no ano.

A iniciativa foi tomada após a reclamação de um profissional do grupo que não é adepto do cigarro. "Um de nossos funcionários não fumantes deixou uma mensagem na caixa de sugestão no começo do ano, dizendo que as pausas para fumar estavam causando problemas", afirmou Hirotaka Matsushima, porta-voz da empresa, que já usou os dias extras para passear com a família em resort.



O comentário foi lido pelo Chefe-Executivo da Piala Inc, que concordou com o trabalhador incomodado com as pausas. "Espero encorajar os funcionários a pararem de fumar por meio de incentivos ao invés de penalidades ou coerção", contou Takao Asuka, CEO da empresa.

Resultados

Após a mudança, 4 pessoas já abandonaram o vício e 30 dos 120 profissionais já desfrutaram do descanso adicional.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM