Jornal do Commercio
EUA

Alerta de míssil balístico em direção ao Havaí é falso, dizem autoridades

O alerta falso surgiu diante da possibilidade de uma ameaça nuclear da Coreia do Norte

Publicado em 13/01/2018, às 16h30

O alerta falso surgiu diante da possibilidade de uma ameaça nuclear da Coreia do Norte / Foto: JUNG Yeon-Je / AFP
O alerta falso surgiu diante da possibilidade de uma ameaça nuclear da Coreia do Norte
Foto: JUNG Yeon-Je / AFP
AFP e Agência Brasil

As mídias sociais foram à loucura neste sábado (13), após imagens de alertas de emergência sobre uma "ameaça de míssil balístico a caminho do Havaí" começarem a circular. O anúncio foi rapidamente desmentido pelo governo da ilha americana. 

"Isso é um alarme falso", escreveu a deputada democrata Tulsi Gabbard no Twitter. "Eu confirmei com autoridades e não há míssil a caminho".

A Agência Havaiana de Gerenciamento de Emergências confirmou que "não há ameaça de míssil no Havaí". 

Pânico

Os habitantes do Havaí receberam neste sábado (13) um alerta falso em seus celulares que indicava o disparo de um míssil balístico na direção do estado. As informações são da EFE.

Desde a divulgação do alerta até a correção da informação por parte das autoridades passaram-se 40 minutos, como mostram as imagens das notificações de celular publicadas por moradores em redes sociais.



A senadora democrata pelo Havaí Tulsi Gabbard foi uma das primeiras a esclarecer o equívoco e, no Twitter, afirmou que nenhum míssil estava chegando ao Havaí. Na rede social, ela disse que tinha confirmado a informação com o governo estadual. A Agência de Gestão de Emergências do Havaí (EMA) também confirmou no Twitter que não havia ameaça.

"As pessoas do Havaí acabaram de provar a crua realidade do que enfrentaríamos aqui em caso de um potencial ataque nuclear", disse Gabbard em uma entrevista depois do incidente.

O também senador do estado Brian Schatz afirmou que um erro humano de um funcionário do serviço de emergência causou a confusão. "Nos escondemos imediatamente. Eu estava com meus filhos rezando. Agora estou extremamente irritado", disse à emissora CNN o congressista Matt LoPresti ao relatar sua experiência.

O porta-voz do Comando do Pacífico dos Estados Unidos, David Benham, confirmou em comunicado que nenhuma ameaça de míssil balístico contra o Havaí foi detectada. "A mensagem foi enviada por erro", disse.

O falso alerta, que chegou a ser informado inclusive nas emissoras de televisão, ocorre em meio às tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, que realizou diferentes testes de mísseis balísticos e diz ser capaz de atingir o território americano.

Ameaça 

O alerta falso surgiu em meio à crescente tensão geopolítica na região, diante da possibilidade de uma ameaça nuclear da Coreia do Norte. Ele dizia, em caixa alta: "Ameaça de míssil balístico a caminho do Havaí. Busque abrigo imediatamente. Isso não é um teste". 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM