Jornal do Commercio
AQUECIMENTO GLOBAL

Chefe da inteligência dos EUA alerta sobre as mudanças climáticas

Diretor de inteligência não atribuiu diretamente o aquecimento global à atividade humana

Publicado em 13/02/2018, às 15h30

"Os últimos 115 anos foram o período mais quente da história da civilização moderna, e os últimos anos foram os mais quentes já registrados", disse Coates
Foto: PRAKASH MATHEMA / AFP
AFP

O líder da inteligência dos EUA alertou, nesta terça-feira, para os riscos das mudanças climáticas diante de uma comissão do Senado, contrariando o ceticismo do presidente Donald Trump e de outros membros de seu governo. 

"Os impactos das tendências a longo prazo para um aquecimento climático, somados a poluição atmosférica, perda de biodiversidade e escassez de água devem potencializar descontentamentos econômicos e sociais até 2018", disse Dan Coates, diretor da Inteligência Nacional.

"Os últimos 115 anos foram o período mais quente da história da civilização moderna, e os últimos anos foram os mais quentes já registrados", disse Coates em notas ao Comitê de Inteligência do Senado. 



Coates não citou atividade humana como fator determinante das mudanças no clima

O diretor de inteligência não atribuiu diretamente o aquecimento global à atividade humana em seu relatório anual de Avaliação Mundial de Ameaças, mas ele apenas destacou os perigos das alterações climáticas. 

"Eventos climáticos extremos em um mundo mais quente têm o potencial de gerar impactos maiores e podem se misturar com outros motores para ampliar o risco de desastres humanitários, conflitos, escassez de água e alimentos, movimentos migratórios, problemas de mão-de-obra, choques de preços e quedas de energia", afirmou.

"As respostas das políticas internas para essas questões vão se tornar mais difíceis - especialmente para as democracias -, à medida que os públicos se tornam menos confiantes nas fontes de informação oficiais", acrescentou.

Trump já ridicularizou o aquecimento global e retirou os Estados Unidos do Acordo de Paris. 


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM