Jornal do Commercio
EUA

Trump diz que ele tomou a decisão de demitir Tillerson

Segundo Trump, cargo de secretário de Estado será preenchido pelo até então diretor da CIA, Mike Pompeo

Publicado em 13/03/2018, às 11h11

Trump disse aos repórteres que estava
Trump disse aos repórteres que estava "feliz" com a notícia de que o Comitê de Inteligência da Câmara dos Representantes concluiu que não houve conluio entre sua campanha e a Rússia para influir nas últimas eleições presidenciais
Foto: Divulgação
Estadão Conteúdo

Em meio a dúvidas sobre o contexto da demissão do secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, o presidente Donald Trump disse em declarações à imprensa há pouco que foi ele quem tomou a decisão de alterar a equipe. Tillerson "será muito mais feliz agora", comentou o presidente, antes de embarcar para uma viagem a San Diego, onde inspecionará um protótipo do muro que ele pretende construir na fronteira com o México. Mais cedo, ele escreveu no Twitter que Tillerson deixava o posto e seria substituído por Mike Pompeo, até então diretor da CIA.

Trump disse aos repórteres que estava "feliz" com a notícia de que o Comitê de Inteligência da Câmara dos Representantes concluiu que não houve conluio entre sua campanha e a Rússia para influir nas últimas eleições presidenciais. O comitê divulgará hoje uma proposta de relatório dos republicanos da Câmara que descarta conluio entre Moscou e a campanha de Trump, embora fale em algumas reuniões "inapropriadas" entre as partes à época.

O presidente também elogiou Larry Kudlow, "um amigo de longa data". Segundo Trump, Kudlow "tem muito boa chance" de se tornar como o principal assessor econômico da presidência americana.

Divergências

Donald Trump, apontou nesta terça-feira (13) divergências com o agora ex-secretário de Estado Rex Tillerson, em particular sobre o acordo nuclear com o Irã, ao comentar sua decisão de substituí-lo pelo diretor da CIA, Mike Pompeo.



"Rex e eu (...) nos damos muito bem, mas divergimos em coisas", disse Trump aos jornalistas. "O acordo com o Irã achei que era terrível, ele achou que estava bem. Eu queria rompê-lo, ou fazer algo, ele sentia um pouco diferente. Então, realmente, não estávamos pensando do mesmo jeito", completou.

Motivo desconhecido

O recém-demitido secretário de Estado Rex Tillerson não chegou a falar com o presidente Donald Trump antes de ser afastado de seu posto nesta terça-feira, e não tem conhecimento do motivo que levou à sua demissão, informou o subsecretário de Estado Steve Goldstein.

"O secretário não falou com o presidente esta manhã e não tem conhecimento do motivo, mas ele está grato pela oportunidade de servir e ainda acredita piamente que o serviço público é uma vocação nobre e não se arrepende de nada", declarou. 

"Desejamos tudo de bom ao secretário designado Pompeo well", acrescentou em uma série de tuítes.

 


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM