Jornal do Commercio
Luto na ciência

Mundo se despede de Stephen Hawking nas redes sociais

O astrofísico britânico, cujo trabalho na área da relatividade e dos buracos negros se destacou, morreu na sua casa em Cambridge, na Inglaterra

Publicado em 14/03/2018, às 07h18

O ator Eddie Redmayne, ganhador do 'Oscar de melhor ator' pelo filme
O ator Eddie Redmayne, ganhador do 'Oscar de melhor ator' pelo filme "A Teoria de Tudo", onde interpretou o cientista, lamentou a morte do físico britânico
Foto: AFP
JC Online

Uma das maiores lendas da ciência contemporânea, o físico britânico Stephen Hawking, faleceu aos 76 anos, na madrugada desta quarta-feira (14). O astrofísico, cujo trabalho na área da relatividade e dos buracos negros se destacou, morreu na sua casa em Cambridge, na Inglaterra. Artistas, cientistas e políticos se solidarizaram e divulgaram nas redes sociais mensagens de apoio à família e elogios as ideias desenvolvidas por Hawking. 

Stephen foi um dos cientistas com maior destaque desde o físico alemão Albert Einstein. A sua obra "Uma Breve História do Tempo" é um dos livros mais vendidos no mundo. "O meu objetivo era escrever um livro que vendesse nas livrarias dos aeroportos", confessou.

Despedida

O ator Eddie Redmayne, ganhador do 'Oscar de melhor ator' pelo filme "A Teoria de Tudo", onde interpretou o cientista, lamentou a morte do físico britânico. Por meio de uma nota, Redmayne prestou uma homenagem: "Nós perdemos uma mente verdadeiramente linda, um surpreendente cientista e o homem mais divertido que eu tive o prazer de conhecer", destacou o ator na nota.

"Olhem para as estrelas e não para os vossos pés", uma frase do cientista, é lembrada no site da Universidade de Cambridge, aquela onde chegou em 1962 e onde foi professor de Matemática. "O professor Hawking foi um indivíduo único que será lembrado com carinho e afeição não apenas em Cambridge, mas por todo o mundo. O seu excecional contributo para o conhecimento científico e a popularização da ciência e da matemática são um legado indelével. O seu caráter foi uma inspiração para milhões", disse o professor Stephen Toope, vice-chanceler da Universidade de Cambridge. 

 

 

Tim Peake, astronauta britânico da Agência Espacial Europeia, escreveu no Twitter que Hawking "inspirou gerações a olhar para lá do planeta azul e expandir o nosso conhecimento do universo. A sua personalidade e génio vão deixar saudades".

 

 

Às 5.00, hora portuguesa, a NASA somou-se aos que lamentam a perda de Stephen Hawking, via Twitter. "Que continue a voar como o super-homem na microgravidade, como disse aos astronautas na Space Station em 2014"



 

 

"O professor Stephen Hawking foi uma mente brilhante e extraordinária, um dos maiores cientistas da sua geração", escreveu Theresa May, chefe do governo britânico na rede social Twitter.

 

 

A atriz Mayim Bialik publicou no Twitter uma fotografia de Stephen Hawking com o elenco da série 'Bing Bang Theory'. O cientista fez várias participações contracenando com Tim Parsons, o ator que interpreta Sheldon Cooper.

 

 

Além de políticos e cientistas, a cantora norte-americana Katy Perry disse que Hawking deixou um grande buraco negro no nosso coração.

 

 

Morte

O cientista faleceu em casa, na cidade de Cambridge, na Inglaterra. Hawking foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA) aos 21 anos, doença que causa a morte dos neurônios encarregados dos movimentos voluntários.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por Souza,14/03/2018

Assim como em uma "explosão cósmica" o universo foi criado, a vida de um "grande gênio" se acaba. Meu Deus, tão rico em sabedoria porém tão pobre em conhecimento.

Por MÃO DE PILÃO,14/03/2018

Um crânio prodigioso. Uma genialidade rara. Tudo isso, porém, não foi suficiente para fazê-lo enxergar a existência do Deus Criador... Agora é tarde demais!

Por haroldo,14/03/2018

Com tanto vagabundos e corruptos que mereciam morrer, o mundo perde um dos mais brilhantes gênios de todos os tempos.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM