Jornal do Commercio
GUERRA NA SÍRIA

OPCW não terá acesso a Síria sem permissão da ONU, diz ministro russo

Sergei Ryabkov , afirmou nesta segunda-feira que a equipe da Organização para Proibição de Armas Químicas (OPCW) não pode ter acesso a área do ataque químico, na Síria, sem autorização da ONU

Publicado em 16/04/2018, às 10h02

Ao menos 40 pessoas teriam morrido no ataque em Duma / Foto: Fotos Públicas/ Civil Defense Idlib
Ao menos 40 pessoas teriam morrido no ataque em Duma
Foto: Fotos Públicas/ Civil Defense Idlib
Estadão Conteúdo

O vice-ministro do Exterior da Rússia, Sergei Ryabkov, afirmou nesta segunda-feira que a equipe da Organização para Proibição de Armas Químicas (OPCW, na sigla em inglês) não pode acessar a área em que teria acontecido um ataque químico na Síria sem a permissão da Organização das Nações Unidas (ONU).

Respondendo a perguntas sobre se a OPCW teria sido proibida de entrar em Duma, cidade onde teria ocorrido o ataque, Ryabkov disse que a missão não foi permitida porque não havia aprovação do Departamento de Segurança e Proteção da ONU. Os comentários do vice-ministro indicam o que poderia ser uma tentativa de barrar a visita da OPCW.



Mais cedo, a Embaixada da Rússia na Holanda, onde a OPCW é sediada, havia reforçado seu comprometimento em deixar a organização fazer o seu trabalho e que não iria interferir.

Ao menos 40 pessoas teriam morrido no ataque em Duma, que, até esse fim de semana, era a última cidade tomada por rebeldes fora da capital Damasco. Fonte: Associated Press.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vidas Compartilhadas Vidas Compartilhadas
O JC apresenta o mundo da doação e dos transplantes de órgãos pelas vozes de pessoas que ensinam, mesmo diante das adversidades, a recomeçar a vida quantas vezes for preciso.
JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM