Jornal do Commercio
política política
  • Tamanho do texto:
  • A-
  • A+

debate político

Eduardo prega alternância de poder contra a corrupção

Ele afirmou que o PSB - como partido que mais cresce no País - tem a ''obrigação de aprender com os erros dos outros''

Publicado em 21/10/2013, às 13h09


Da Agência Estado

 / Foto: Igo Bione/JC Imagem

Foto: Igo Bione/JC Imagem

O governador de Pernambuco e presidenciável, Eduardo Campos (PSB), recomendou a alternância do poder como instrumento para se evitar que um partido agregue "defeitos" como corrupção e briga por cargos, reconhecidos pelo ex-presidente Lula ao falar sobre os vícios acumulados pelo PT, que comanda o governo federal há 11 anos, em entrevista ao jornal espanhol El Pais.

Para Eduardo, os quadros partidários vão "ganhando simplicidade com esta alternância, vão ganhando o chamado fio terra, vão ficando linkados com o dia a dia". "O que blinda as instituições dos vícios e distorções é a capacidade de se inovarem, de estarem submetidas ao controle social, à alternância de papel que passa a cumprir na vida política do país", complementou, em entrevista na manhã desta segunda-feira, 21, durante vistoria de obras de ampliação do Hospital Barão de Lucena, no bairro da Iputinga, no Recife. "Por isso é importante que todo tempo os partidos possam governar, fazer oposição, cuidar com responsabilidade do seu papel naquele determinado momento histórico".

Ele afirmou que o PSB - como partido que mais cresce no País - tem a "obrigação de aprender com os erros dos outros", precisa "estar preparado para assumir responsabilidades e, na medida em que assume responsabilidades maiores, ter a preocupação para não reproduzir os velhos erros".

À tarde, o governador receberá o presidente estadual do PT, deputado federal Pedro Eugênio, para comunicar a decisão do partido de entregar os cargos no governo estadual e nas prefeituras do Recife e de Paulista, na região metropolitana. Somente depois ele comenta o assunto.

GRANDES OBRAS - Indagado sobre se é possível imprimir mais agilidade e cumprir cronogramas diante da lentidão de obras federais como a ferrovia Transnordestina e a Transposição das águas do Rio São Francisco, Eduardo Campos respondeu não ser simples, mas ser possível.

Ele exemplificou a dificuldade de cumprimento de cronogramas com a própria obra de ampliação do Hospital Barão de Lucena, que havia acabado de vistoriar. "Para mudar um elevador, se teve de mudar toda a estrutura, o prédio é antigo", disse ele, ao observar as dificuldades nem sempre previstas que podem surgir ao longo de uma obra. Para enfrentar os desafios exigidos por grandes obras, ele apontou um "time" de gente qualificada e um sistema unificado de gestão e controle nos municípios, nos Estados e na União.

imprima
envie para um amigo
reportar erro

Comentários

Por sergio,21/10/2013

esse cara é mesmo um cara de pau de uma figa.

Por Hermias Veloso,21/10/2013

Eduardo, "falar em alternância do poder contra a corrupção", êle pensa que só êle é inteligente, que ninguem conhece Eduardo, lembrem-se dos arroubos de Color, suas bravatas, suas promessas de caça aos marajás, de combate a corrupção, o filme é muito semelhante!!

Por Rafael,21/10/2013

Alternância de Poder ?!? E como Eduardo Campos explica Guilherme Uchoa eterno na assembleia com o total apoio dele ?! Demagogiaaaaa !

Por josé carlos-professor,21/10/2013

Esse Eduardo mesmo incrivél,ele acha a ser a pessoa mais honesta e inteligente do mundo,hoje ele prega alternância do poder,pois bem deveria 1º deixa a presidência do psb,que herdou do avo e foi eleito,depois não deveria ter concorrido a sua reeleição de governador,ele quer enganar quem e tem mais só quer eleger a quem ele domina fito a sua cozinha,tem mais ele não direito a reeleição,.

Por Vassil Ramos,21/10/2013

Alternância no Poder, com essa turma DEM,PPS,PSDB,o pessoal de direita que entrou no PSB e mais outras pessoas de direita de outros Partidos? Qual a corrupção que a pessoa de Dilma cometeu? Eu não conheço. Eu sei Eduardo que quem lhe chamou de CORRUPTO foi Jarbas Vasconcelos,DEM(os Mendonças) e toda a direita de Pernambuco, lembra quando eles alardearam que você emitiu Títulos Público do Banco do Estado de Pernambuco que ficou conhecido com Escândado dos PRECATÓRIOS, deste pessoal Jarbas já está com você, muitos destes já trocaram de Partidos e também está contigo e na reta final o DEM já emite sinal que entre Dilma e você o DEM ficará com o PSB. Se você chegar a Presidente estarais colocando no Poder a maioria dos políticos que apoiou a Ditadura e foi neste período onde ocorreu a maior CORRUPÇÃO no País, naquele tempo não se apurava nada, com essa turma você tá mal acompanhado. Dessista desta candidatura e saia candidato a Senador, é melhor está rodeado dos seus correligionários e amigos do que mal acompanhado.

Comentar


nome e-mail
comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

Fotos do dia

No Arruda, o Santa Cruz é derrotado pelo Avaí por 1x0 e sepulta chances de acesso à Série A
Foto: Guga Matos/JC Imagem

> JC Imagem

No Arruda, o Santa Cruz é derrotado pelo Avaí por 1x0 e sepulta chances de acesso à Série ANo Arruda, o Santa Cruz é derrotado pelo Avaí por 1x0 e sepulta chances de acesso à Série ANo Arruda, o Santa Cruz é derrotado pelo Avaí por 1x0 e sepulta chances de acesso à Série ANo Arruda, o Santa Cruz é derrotado pelo Avaí por 1x0 e sepulta chances de acesso à Série ANo Arruda, o Santa Cruz é derrotado pelo Avaí por 1x0 e sepulta chances de acesso à Série A

Ranking do dia

Colunas JC

Cestinha JC

Cestinha JC

Elias Roma Neto

O basquete no mundo

Blog do Fera

Blog do Fera

Margarida Azevedo

JC Negócios

JC Negócios

Fernando Castilho

Uma nova economia

Planeta Bola

Planeta Bola

Carlyle Paes Barreto

Futebol dos gramados aos bastidores

Especiais JC

Especial Novembro Azul Especial Novembro Azul
Site mostra os riscos do câncer de próstata e a importância da prevenção da doença.
Mapa das eleições 2014 Mapa das eleições 2014
Veja como foi a votação para presidente por Estado
Facebook Twitter RSS Youtube
Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM