Jornal do Commercio
eleições 2018

Empatado com Alckmin, Bolsonaro mira presidência em 2018

Famoso pelas polêmicas, Bolsonaro percorre o país para se viabilizar como presidenciável

Publicado em 24/07/2016, às 08h11

Jair Bolsonaro se filiou ao PSC para disputar a Presidência da República. Depois, foi ser batizado no mesmo rio em que Jesus / Foto: Agência Brasil
Jair Bolsonaro se filiou ao PSC para disputar a Presidência da República. Depois, foi ser batizado no mesmo rio em que Jesus
Foto: Agência Brasil
Paulo Veras

Na semana em que o ultraconservador Donald Trump foi oficializado como candidato do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos, uma pesquisa do Datafolha mostrou o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) em terceiro lugar na corrida presidencial brasileira; numericamente empatado com o poderoso governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Está longe de ser o favorito, mas é potencial suficiente para bagunçar a disputa.

Militar da reserva e famoso pelas frases polêmicas contra homossexuais, feministas e integrantes do movimento negro, Bolsonaro amealhou 464,5 mil votos em sua última eleição para deputado. Em março, disposto a tentar voos mais altos, ele se filiou ao PSC oferecendo um acordo ao presidente nacional da legenda, Pastor Everaldo. Se tivesse pelo menos 10% nas pesquisas, entraria na corrida presidencial. Caso contrário, poderia centrar forças para concorrer ao Senado. Hoje, o Datafolha lhe dá entre 7% e 8%, dependendo de quem será o candidato tucano.

Para o cientista político Pedro Fassoni, professor da PUC-SP, uma das coisas que explica a popularidade de Bolsonaro é o vazio de crença na política. “O voto nele é um voto de protesto, que reúne um sentimento difuso contra tudo o que está aí e atinge todos os políticos. Ele também canaliza uma guinada conservadora na sociedade brasileira”, diz.

“O pessoal fala que Bolsonaro é um cara polêmico. Eu já não acho. Ele é um cara que fala a verdade. Só que a sociedade ficou tão mal acostumada com o politicamente correto que qualquer coisa que fuja daquela vertente é um absurdo”, afirma o autônomo Leandro Quirino, 28 anos, líder do grupo Direita Pernambuco. Ele organizou uma marcha favorável ao deputado no Recife pouco depois de ele defender o coronel torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra durante a sessão da Câmara que analisou o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

Foi a sucessão de polêmicas que fez de Bolsonaro famoso. Ele já disse que o erro da ditadura foi torturar e não matar, disse preferir um filho morto do que homossexual, defendeu que mulheres ganhassem salário menor porque podem engravidar e garantiu que não havia risco de um filho seu se relacionar com uma mulher negra porque eles “foram muito bem educados”. No mês passado, virou réu no STF por ter declarado, em 2014, que não estupraria a deputada Maria do Rosário (PT-RS) porque ela não merecia.

Mesmo assim, sua rejeição de 19% no Datafolha é inferior a de Lula (PT), Aécio Neves (PSDB), José Serra (PSDB) e Michel Temer (PMDB). Bolsonaro tem 3,2 milhões de seguidores no Facebook e 230 mil no Twitter. Segundo sua assessoria, tem viajado em até três estados por semana e já recebeu mais de 750 convites para palestras e eventos.

Presidente nacional do PSC, o ex-presidenciável Pastor Everaldo disse que Bolsonaro será candidato à presidência “graças a Deus”. “Na sociedade brasileira, a maioria esmagadora é conservadora. Então, tem espaço não só para disputar, como para ganhar as eleições”, garante. No início do ano, após filiar o deputado, Everaldo batizou Bolsonaro no Rio Jordão, o mesmo em que Jesus teria sido batizado.

Para Fassoni, é difícil que a candidatura dele se consolide. “Desde 1994, que não se consegue romper com essa polarização PT e PSDB”, lembra. “O Bolsonaro constrói o discurso pela negação e não pela proposição. Vai pesar muito na hora do eleitor votar as propostas de cada candidato para a saúde, educação, programas sociais. E o Bolsonaro não tem”, prevê.

O JC tentou ouvir Jair Bolsonaro, mas foi informado por sua assessoria de que o parlamentar não daria entrevistas nessa semana.

Recomendados para você


Comentários

Por Pedro Dantas,05/03/2017

Mentiras e mentiras sobre Bolsonaro ser homofóbico e racista. Sobre as mulheres ganharem menos, ele apenas explicou por que isso ocorre. Não defendeu isso. Sobre não ter propostas, piada, tem muitas proposta e acabar com patrocínio estatal para direitos humanos, acabar com o estatuto de desarmamento, ao qual o povo votou contra, diminuir maioridade penal, trazer de volta o respeito ao cidadão de bem e ao policial já é um grande projeto.

Por claudio pedro portugal,09/01/2017

SO O BOLSONARO PRA CONSERTAR ESSE PAIS...BOLSONARO PARA PRESIDENTE..E VIVA O BRASIL...

Por Vociferans,22/12/2016

Essa mídia esconde a verdadeira intenção de voto, Bolsonaro 2018! O politicamente correto deixou que uma ninhada de ratos tomasse conta do Brasil...

Por PHELIP ADALBERTO,21/12/2016

MEU VOTO E BOLSONARO 2018...EU QUERO UM PAIS DE VERDADE PRO MEUS FILHOS E NETOS E BISNETOS E PRO MEU POVO DO BRASIL. QUEM COMENTE CRIME TE RESPONDE E CADEIA E PRONTO..JOVEM MENOR DE 18 QUE MATA E ROUBA ,ESTRUPA TEM QUE RECEBE O CASTIGO DA JUSTIÇA.CHEGAR DESSA JUSTIÇA SAFADO.BANDIDO TER TRABALHA NA ROÇA PARA PLANTAR O QUE COME NÃO O CIDADÃO BUNDÃO.ENQUANTO O POVO FOR BUNDA MOLE ESSE PAIS NÃO VAI SER TRANSFORMA DE VERDADE.E BELO POR NATUREZA QUE DEUS NOS DEU.QUEM FAZ UMA GRANDE PAIS VIRA 1 MUNDO E POVO.COM JUSTIÇA DE VERDADE. POBRE E RICO COMENTE MESMO CRIME TER RECEBE A MESMA PENA .CHEGAR.EU QUERO UM PAIS COM UMA EDUCAÇÃO,SAÚDE DE PRIMEIRO MUNDO.EU QUERO PAGAR MEUS IMPOSTO COMO CIDADÃO E RECEBER O RETORNO DE VOLTA COM UMA SEGURANÇA PÚBLICA DE QUALIDADE UMA EDUCAÇÃO DE RESPEITO DE PRIMEIRO MUNDO E UMA SAÚDE DE QUALIDADE .BRASIL SER NÃO MUDAR AGORA NÃO MUDARA JAMAIS E BOLSONARO PRESIDENTE 2018.

Por Pedro Fernandes,20/12/2016

E uma vergonha vermos que ainda hoje, "jornalistas" e "cientistas políticos", ainda falarem coisas que não pertencem a Jair bolsonaro. Parece que toda mídia é de esquerda e só jogam sujo. Jair Bolsonaro 2018.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Hobbit - 80 anos O Hobbit - 80 anos
Como a maioria dos hobbits, Bilbo Bolseiro leva uma vida tranquila até o dia em que recebe uma missão do mago Gandalf. Acompanhado por um grupo de anões, ele parte numa jornada até a Montanha Solitária para libertar o Reino de Erebor do dragão Smaug
Marcas do medo Marcas do medo
Mais do que um saldo de 4,1 mil mortos até setembro de 2017, a violência em PE deixou uma população inteira refém do medo. Sentimento sem cara ou forma, que faz um número cada vez maior de vítimas no Estado. Medo de sair de casa, de andar nas ruas
Great Place to Work 2017 Great Place to Work 2017
Conheça agora as 30 melhores empresas para trabalhar em Pernambuco, resultado de uma pesquisa feita pela Grat Place to Work, instituição com credibilidade de 25 anos, em 57 países, envolvendo anualmente sete mil empresas e 12 milhões de colaboradores

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM