Jornal do Commercio
DELAÇÕES DA ODEBRECHT

Fachin diz que ainda não recebeu pedidos de Janot

O relator da Lava Jato no STF pode levar até 10 dias para avaliar os pedidos feitos pelo procurador-geral da República

Publicado em 15/03/2017, às 16h22

Indagado se tinha alguma previsão para analisar os pedidos de Janot, Fachin pediu tempo / Foto: ABr
Indagado se tinha alguma previsão para analisar os pedidos de Janot, Fachin pediu tempo
Foto: ABr
Estadão Conteúdo

Um dia depois de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviar 320 pedidos com base nas delações premiadas de 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht ao Supremo Tribunal Federal(STF), o ministro da Corte, Edson Fachin, disse nesta quarta-feira, 15, que ainda não recebeu o material encaminhado por Janot. "Não, ainda não", respondeu Fachin a jornalistas, ao chegar para a sessão plenária desta quarta-feira (15).

Indagado se tinha alguma previsão para analisar os pedidos de Janot, Fachin sorriu. "Por ora, estou indo à sessão. Falaremos depois, está bom?", disse o ministro.

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, o relator da Lava Jato no STF pode levar até 10 dias para avaliar os pedidos feitos pelo procurador-geral da República.

Foram enviados ao Supremo 83 pedidos de abertura de inquérito. Ficarão a cargo da PGR investigações que devem tramitar no STF e também no Superior Tribunal de Justiça (STJ) - a este último serão encaminhadas investigações envolvendo governadores de Estado.

Outras instâncias

Também foram solicitados 211 declínios de competência para outras instâncias da Justiça, nos casos que envolvem pessoas sem prerrogativa de foro, além de sete arquivamentos e 19 outras providências.

Antes de entrar no elevador rumo ao plenário da Corte, Fachin foi questionado se o Brasil sobreviveria à delação da Odebrecht. O ministro levantou as mãos, mas não respondeu.

Os pedidos de Janot começaram a ser autuados no sistema do STF nessa terça-feira (14).

 

Recomendados para você


Comentários

Por Clovis Imbecil,15/03/2017

"Nao sei de nada, nao recebi nada e quando receber vou levar uns 30 anos para decidir. Até lá eu me aposento." ha ha ha

Por Luan Sanfona,15/03/2017

Serão todos absolvidos, somente Lula e aliados serão condenados. O Temer e o PSDB já têm 4 votos a favor: Gilmar Mendes, o sarneista Celso Melo, o Marco Aurélio e o Fux cuja filha foi nomeada desembargadora estadual pelo governador Pezão. A sangria vai parar, como dizia o Jucá.

Por Valdir,15/03/2017

Existe mais de 100 processos contra politicos para serem julgados, dizem que não tem tempo..,,,, agora imagina quantos anos para analisaar a lista enviada pelo Janot.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.
#PeloCaminhar #PeloCaminhar
Mais do que mobilidade, caminhar também é apropriar-se da cidade. Mas o caminhar está difícil. A mobilidade a pé necessita de uma infraestrutura própria, decente, que eleve o pedestre ao posto maior. Por isso o JC lança a discussão #PeloCaminhar.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM