Jornal do Commercio
Samu Animal

Vereador Romero Albuquerque inaugura Central Animal em Recife

Segundo o vereador, a verba para manter o projeto inaugurado na última quarta-feira vem do próprio salário

Publicado em 17/03/2017, às 15h09

O serviço inclui, além do Samu Animal, os custos do atendimento veterinário e de medicamentos / Foto: Reprodução
O serviço inclui, além do Samu Animal, os custos do atendimento veterinário e de medicamentos
Foto: Reprodução
Aline Araújo

Atualizada em 22/03/2017

Militante da causa animal e utilizando como promessa de campanha a criação do Samu Animal, o vereador do Recife, Romero Albuquerque (PP) não esperou nem a tramitação do projeto na Câmara dos Vereadores e em dois meses de trabalho legislativo inaugurou nesta semana, com seus próprios rendimentos, a Central Animal Pernambuco.

Segundo o vereador, a verba para manter o projeto inaugurado na última quarta-feira (14) vem do próprio salário. Hoje, um vereador do Recife ganha por volta de R$ 15 mil. Ainda segundo Romero, o combustível dos veículos, chamados de Samu Animal, sai do auxílio combustível dado pela Câmara Municipal. Por mês, cada um dos 39 vereadores do Recife tem direito a R$ 2.700 de auxílio combustível. No entanto, a assessoria de imprensa do vereador afirmou que houve um equivoco na informação dada por Romero e que o combustível também é proveniente do ordenado do vereador. 

Sobre os profissionais que embarcam nas ambulâncias para prestar atendimento aos animais, Romero informou que são contratados de clinicas veterinárias parceiras e não são pagos por ele, que além das parcelas dos veículos arca com as despesas de vacinas e cirurgias. “Comprei dois veículos. Uma Ranger, que pago R$ 1.200 de parcela da compra e uma ambulância Peugeot, que pago R$ 800 da parcela. A consulta e os pequenos procedimentos são assumidos por clínicas parceiras”, explicou.

O projeto de auxílio a animais atende pessoas que não tem condições de cuidar de animais resgatados das ruas, com risco de morte e vítimas de maus-tratos. O serviço inclui, além do Samu Animal, os custos do atendimento veterinário e de medicamentos. O serviço só pode ser solicitado pelo site, mas para tirar dúvidas, os interessados podem entrar em contato pelo telefone: 3301-1435. 

Romero lembra que em breve estará lançando a opção de castração agendadas, para controlar a superpopulação de animais abandonados.  Com a expectativa de atender cerca de 40 animais por dia, o vereador alega que irá em busca de parcerias privadas para levantar mais recursos.

No site do projeto há opções para solicitar o Samu Animal, atendimentos veterinários, ser um voluntário e realizar denúncias. Também é possível encontrar a aba de adoção online, ainda não disponível, e um item para conhecer o idealizador do programa em uma aba que direciona o usuário para o site, ainda em construção, do político. Ainda no site da Central Animal, há também a opção de ser reencaminho para a página oficial do vereador no Facebook. 

Além disso, nos veículos destinados ao recolhimento dos animais é possível ver o rosto do vereador, estampado numa foto enorme que cobre cada um dos automóveis. Sobre a propaganda pessoal, o vereador rebate que os eleitores precisam saber que ele está trabalhando pela causa. 

De acordo com o procurador geral do Ministério Público de Contas, Cristiano Pimentel, é prática de muitos vereadores terem centros sociais nos quais são prestados alguns tipos de serviços à população com algumas propagandas dos mesmos. No entanto, a prática tem que ser financiadas com recursos pessoais ou levantadas pelos políticos e não com o orçamento da Câmara do Recife. 

 

Polêmica

Romero Albuquerque assumiu ao cargo na Câmara Municipal sendo alvo de 26 processos por propaganda irregular e compra de voto no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Além disso, o vereador foi acusado de se aproveitar da causa animal para angariar votos. Sobre isso, o vereador é enfático “foram resolvidos”. “A maioria das ações foram resolvidas. Foram 27 ações e faltam algumas que não foram julgadas. Estou tranquilo com relação a isso”, disse.



Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM