Jornal do Commercio
partido

PDT decide fechar questão contra reformas da previdência e trabalhista

A decisão foi tomada durante convenção nacional do partido, realizada em um hotel na capital federal

Publicado em 18/03/2017, às 12h57

''Não podemos aceitar (essas reformas). Isso rasga nossos princípios, nosso estatuto
''Não podemos aceitar (essas reformas). Isso rasga nossos princípios, nosso estatuto", afirmou Carlos Lupi
Foto: ABr
Estadão Conteúdo

O PDT decidiu na manhã deste sábado (18), fechar questão contra as reformas da Previdência e Trabalhista propostas pelo governo Michel Temer. A decisão foi tomada durante convenção nacional do partido, realizada em um hotel na capital federal. 

"Não podemos aceitar (essas reformas). Isso rasga nossos princípios, nosso estatuto", afirmou o presidente da legenda, Carlos Lupi. Apenas um dos presentes da convenção se posicionou contra o fechamento de questão, sob a justificativa de que era preciso debater mais o tema. 

Segundo maior partido da oposição na Câmara, o PDT tem hoje a 10ª maior bancada na Casa, com 20 deputados. Já no Senado, o partido tem apenas um representante em exercício: o senador Acir Curgacz (RO). Com o fechamento de questão, os parlamentares que votarem a favor das reformas poderão ser punidos pela sigla, inclusive com a expulsão.

Lupi deve ser reconduzido ao comando do PDT

Na convenção deste sábado, Lupi deve ser reconduzido ao comando do PDT. O ex-ministro Ciro Gomes, por sua vez, deve ser escolhido 1º vice-presidente da sigla, como parte da articulação para pavimentar sua candidatura a presidente da República em 2018.

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Educação, emprego e futuro Educação, emprego e futuro
Investir em educação é um pressuposto para o crescimento econômico, a geração de empregos e o aumento da renda. Aos poucos, empresas dos mais variados setores entram numa engrenagem antes formada apenas pelo poder público.
Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM