Jornal do Commercio
Impeachment

E se Temer sair da Presidência?

Saiba o que acontecerá caso Temer, de fato, deixe a Presidência do Brasil

Publicado em 17/05/2017, às 23h30

Temer foi alvo de uma grave acusação nesta quarta-feira que pode custar seu mandato / Foto: Agência Brasil
Temer foi alvo de uma grave acusação nesta quarta-feira que pode custar seu mandato
Foto: Agência Brasil
JC Online

Se Michel Temer deixar a presidência (por renúncia, impeachment ou cassação), a ordem de sucessão é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e, depois, a presidente do STF, Carmen Lúcia. Maia e Eunício, porém, são investigados na Lava Jato; motivo pelo qual Eduardo Cunha foi afastado da linha sucessória da presidência.

A Constituição diz que quem assumir o cargo ficará nele por 30 dias e convocará uma eleição indireta pelo Congresso Nacional.



Nesta quarta-feira (17), em texto publicado no site do jornal O Globo, o colunista Lauro Jardim informou que Joesley Batista, dono da JBS - a maior produtora de proteína animal do mundo -, teria gravado uma conversa com Michel Temer (PMDB) onde o presidente o autoriza a comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. O senador Aécio Neves (PSDB) também teria sido gravado pedindo R$ 2 milhões ao empresário.

Como seria a eleição para presidente?

Havendo uma eleição indireta, um novo presidente e um novo vice seriam escolhidos pelos 513 deputados e 81 senadores. Para vencer, seria preciso ter 298 votos. O candidato precisaria ter no mínimo 35 anos e ser filiado a um partido político. Políticos que não estejam no Congresso também poderão concorrer.

JC-POL0518_PRI01_PRESIDENTE


Recomendados para você


Comentários

Por Jorge Marcos,18/05/2017

Embora toda minha formação seja militar, afirmo que o estado é fundado na natureza civíl, não existe mais espaço para um governo militar no País, o que deve ser feito agora e mais para frente, é uma purga dos maus políticos e servidores públicos, o Brasil tem muita gente boa, honesta e capaz de realizar tal missão, ou seja administrar o País.

Por daniel,18/05/2017

mais sera que a volta do militarismo resolvera o problema do pais. na minha otica não vejo solução .bem cada um tem sua opinião a minha e essa. uma coisa digo SO DEUS NA VIDA DESSES SENHORES SEM CARATER SEM MORAL E SEM DIGNIDADE.

Por JORGE WELLINGTON DE MENEZES,18/05/2017

SE AINDA EXISTIR ALGUM COMANDANTE DAS FORÇAS ARMADAS COM OMBRIDADE, ESTÁ NA HORA DE ASSUMIREM O PODER, E ACABAR COM ESSA CORJA DE LADRÕES.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM