Jornal do Commercio
INVESTIGADO

Aécio Neves renuncia à presidência do PSDB

Tasso Jereissati (PSDB-CE) deverá assumir interinamente a presidência do partido

Publicado em 18/05/2017, às 17h26

Segundo o parlamentar, ele sugeriu o nome de Tasso Jereissati para assumir a legenda / Foto Lula Marques/AGPT
Segundo o parlamentar, ele sugeriu o nome de Tasso Jereissati para assumir a legenda
Foto Lula Marques/AGPT
JC Online

O senador Aécio Neves anunciou, por meio de nota, na tarde desta qinta-feira (18), que irá licenciar-se da presidência do PSDB. O tucano foi apontado na delação do Joesley Batista, dono da JBS, como o receptor, em gravação anexada aos autos, de uma quantia de R$ 2 milhões que seria paga pelo empresário, para pagar despesas com defesa na Lava Jato. A gravação teria sido realizada pelo próprio empresário e entregue à Procuradoria-Geral da República (PGR).

 

"Em razão das ações promovidas no dia de hoje contra mim e minha família, quero afirmar que, a partir de agora, minha única prioridade será preparar minha defesa e provar o absurdo dessas acusações e o equívoco dessas medidas.
Me dedicarei diuturnamente a provar a minha inocência e de meus familiares para resgatar a honra e a dignidade que construí ao longo de meus mais de trinta anos de vida dedicada à política e aos mineiros em especial", escreveu o senador.



Segundo o parlamentar, ele sugeriu o nome de Tasso Jereissati para assumir a legenda. " O tempo permitirá aos brasileiros conhecer a verdade dos fatos e fazer ao final um julgamento justo. Para isso, decidi licenciar-me hoje da Presidência do PSDB que ocupo há mais quatro anos com extrema honra e dedicação. O Brasil precisa que o PSDB continue a ser o fiador das importantes reformas que vêm mudando o país. Depois de ouvir inúmeros companheiros e seguindo o que determina o nosso Estatuto, estou apresentando à Executiva o nome do senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, para assumir nessa interinidade a presidência do partido.

Investigação

Aécio ainda confirmou aguardar "com firmeza e serenidade" que as investigações ocorram. "Estou certo de que, ao final, como deve ocorrer num país onde vigora o Estado de Direito, a verdade prevalecerá e a correção de todos os meus atos e de meus familiares será reconhecida", finalizou.


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM