Jornal do Commercio
Delação

Delação da JBS deve atingir também Lula, Dilma, Renan e Serra, diz colunista

De acordo com informações da colunista Eliane Cantanhêde, do Estadão, delação da JBS tem poder tão destrutivo quanto o da Odebrecht

Publicado em 18/05/2017, às 22h52

Cantanhêde afirma ainda que, além de Lula, Dilma, Renan e Serra, nomes que vinham passando ilesos também serão afetados pela delação / José Cruz/Agência Brasil
Cantanhêde afirma ainda que, além de Lula, Dilma, Renan e Serra, nomes que vinham passando ilesos também serão afetados pela delação
José Cruz/Agência Brasil
JC Online
Com informações do Estadão

De acordo com a colunista Eliane Cantanhêde do Estadão, a delação realizada por diretores da empresa JBS irá afetar ainda mais políticos. Segundo a jornalista, as delações que serão divulgadas nesta sexta-feira (18) vão atingir nomes como os ex-presidentes Luis Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (PT), o ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB) e o ex-chanceler e ex-presidenciável José Serra (PSDB). Ela afirma ainda que nomes que vinham passando ilesos também serão afetados pela delação.

Até o momento, os principais atingidos pela delação realizada pelos irmãos Joesley e Wesley Batista foram o presidente Michel Temer e o senador e presidente licenciado do PSDB Aécio Neves. O peemedebista foi acusado de pedir a Joesley Batista para pagar pelo silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha, enquanto Aécio teria solicitado uma quantia de R$ 2 milhões para pagar por sua defesa na Operação Lava Jato. O conteúdo dos áudios que envolvem as acusações contra Aécio e Temer já foi divulgados pelo STF.



 

Poder destrutivo da JBS é igual ao da Odebrecht

Ainda segundo Cantenhêde, o conteúdo da JBS não deve nada em relação a delação realizada pela construtora Odebrecht. A única diferença é que os executivos da empreiteira aceitaram o acordo de delação quando já estavam presos, o que limitou a capacidade de produzir novas provas. No caso da JBS, o conteúdo divulgado pela empresa está sendo gravado e servindo de pauta para o monitoramento realizado pela Polícia Federal.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por antonio diniz,23/05/2017

deixem o suposto corrupto temer de lado e o congresso com todos os seus membros, deputados e senadores, votarem as reformas que tanto necessitamos para o país voltar a crescer.

Por Magno,19/05/2017

Ha, ha, ha!!! A Castanheda e o Estadão plataram mais essa para dar uma esperança aos coxinhas para pegar Lula e Dilma. Na real, se houvesse conta no exterior do Lula e da Dilma, após mais de 3 anos de massacre midiático contra eles esses dados já teriam sido explanados. A quadrilha de corruptos que se apossou do País é representada por Temer. A queda dele é uma mera questão de tempo. Vai cair! Senão agora logo no início de junho no julgamento do TSE.

Por Jeferson,19/05/2017

Se lula e dilma ficarem de fora nesta delação tá provado que é armação contra Temer

Por jorge,19/05/2017

Tudo começou no governo Lula. O Grupo JBS era um pequeno grupo que processava proteína animal no Centro-Oeste do Brasil. Mas o Lula alçou o grupo categoria d maior processador de proteína animal do mundo e hoje a sede do grupo está no Estados Unidos da América e seus donos morando simplesmente na avenida dos milionários de Nova York, a charmosa 5ª Avenida. Esses irmãos Batista são dois bandidos.

Por helder,19/05/2017

Se todos políticos são ladrões, vamos deixar o Temer tentar melhorar alguma coisa neste país de corruptos.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Pernambuco Modernista Pernambuco Modernista
Conheça a intimidade de ateliês, no silêncio de casas, na ansiedade de pincéis sujos para mostrar como, quase nonagenária, a terceira grande geração da arte moderna de Pernambuco vai atravessando as primeiras décadas do século 21
A crise que adoece A crise que adoece
Além dos índices econômicos ruins, a recessão iniciada em 2014 no Brasil cria uma população mais doente, vítima do estresse causado pela falta de perspectivas. A pressão gera problemas psicológicos e físicos, que exigem atenção.
Agreste seco Agreste seco
A seca colocou de joelhos uma região inteira. Fez o Agreste sertanejar. Os cinco anos consecutivos sem chuva em Pernambuco ganharam aqui a dimensão de uma tragédia. Silenciosa e diária.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM