Jornal do Commercio
INVESTIGAÇÃO

Aécio Neves, Michel Temer e ministro do STF agiam juntos para barrar avanço da Lava Jato

O documento aponta que em conversa com o empresário Joesley Batista, o senador tucano revelou a tratativa de um esquema para direcionar os delegados

Publicado em 19/05/2017, às 13h40

Aécio tratou de esquema para direcionar delegados junto com o Presidente da República / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Aécio tratou de esquema para direcionar delegados junto com o Presidente da República
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
JC Online

Segundo inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) tentou, junto com o presidente Michel Temer e o ex-ministro da Justiça e atual ministro do STF Alexandre de Moraes, parar a Lava Jato. O documento aponta que, em conversa com o empresário Joesley Batista, o senador tucano revelou a tratativa de um esquema para direcionar os delegados e paralisar o avanço da operação.

"O que vai acontecer agora, vai vir inquérito sobre uma porrada de gente, caralho, eles aqui são tão bunda mole, que eles não notaram o cara que vai distribuir os inquéritos para os delegados, você tem lá, sei lá, tem dois mil delegados na Polícia Federal, ai tem que escolher dez caras. O do Moreira (Ministro de Temer, o que interessa a ele, sei lá, vai pro João, o do Aécio vai pro Zé. O outro filho da puta vai pro, foda-se, vai pro Marculino, nem isso conseguiram terminar, eu, o Alexandre e o Michel", teria dito Aécio segundo o documento.



A tentativa de barrar a Operação Lava Jato não foi levada até o fim, conforme informações do inquérito.

Leia trecho da conversa a partir da página 12 do documento:


Recomendados para você


Comentários

Por HÉLIO FERREIRA,20/05/2017

O golpe concretizou-se. Felizmente a "alcoviteira rede globo" foi obrigado divulgar ao povo brasileiro que os seus prostitutos roubaram e se venderam aos grandes grupos. Mas, infelizmente, a saída não pode ser pelo Lula do PT que roubou e deixou roubar abundantemente e ainda falta apurar os roubos bilionários do FGTS através da CEF que superfaturou compras de terrenos para o Minha Casa Minha Vida, inclusive aqui em Pernambuco. Quem tem o mínimo de vergonha na cara deve votar em quem não está envolvido nisso tudo que está ai e que tenha pulso para governar e enfrentar toda a corja de deputados e senadores bandidos.

Por "Parabéns" ingênua classe média!,19/05/2017

Ainda há dúvidas do que a Rede Globo, a ingênua classe média e 367 deputados federais fizeram contra o povo deste país entre 2015 e 2016? Colocaram uma quadrilhe de altíssima periculosidade para governar este país prometendo mudanças morais e econômicas que, um ano depois, só confirmaram a podridão da política brasileira e conseguiram aumentar em 2,5 milhões o número de desempregados. "Bota a cara pra fora" classe média para exigir a renúncia do presidente de vocês!!!

Por tiberio cezar,19/05/2017

ta ai o dinheiro que eles querem que o povo paguem com essas reformas. lote de ladrões querem joga a conta pra o povo paga a culpa deles policia federal neles e leis duras e exonerações já de cargo

Por LYRA,19/05/2017

Acho eu que o LADRÃO, cheira pó Aécio DAS NEVES esqueceu de citar mais alguns seus amigos que teriam condições de ajudá-lo nesta tentativa de barrar a lava jato, será que ele não quis citar mais alguém do stf, antigo STF? Pensem, meditem, reflitam e descubra quem poderia ser.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO JC RECALL DE MARCAS PREMIA AS MAIS LEMBRADAS DO ANO
Pitú, Vitarela (macarrão) e Honda (motos) foram as três marcas mais lembradas pelo público pernambucano, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Harrop em parceria com o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (SJCC)
JC no Mundial JC no Mundial
Em meio a um cenário conturbado na política internacional, a Rússia espera ser o grande centro das atenções neste mês de junho, quando irá sediar pela primeira vez em sua história uma Copa do Mundo de futebol. Aqui você confire tudo sobre o Mundial.
Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM