Jornal do Commercio
Eduardo Cunha

Código para pagamentos a Cunha era 'dar alpiste para os passarinhos'

Diretor da J&F Ricardo Saud revelou código em delação premiada

Publicado em 19/05/2017, às 21h56

Delatores tinham código para pagamento de propina a Eduardo Cunha / Foto: Reprodução/Internet
Delatores tinham código para pagamento de propina a Eduardo Cunha
Foto: Reprodução/Internet
Estadão Conteúdo

O diretor da J&F Ricardo Saud disse em delação premiada que o código para falar sobre propina ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e ao operador Lúcio Funaro era falar em "dar alpiste para passarinhos".

"(…) O dinheiro do Eduardo Cunha tinha terminado e o Michel Temer sempre pedia para manter eles lá. O código era 'tá dando alpiste pros passarinhos? Passarinhos estão tranquilos na gaiola?' Tal. Começou com Geddel. Quando Geddel foi abatido no meio do caminho, o Joesley foi conversar com Michel Temer", diz o delator.



O delator afirma que, na conversa com Temer, Joesley avisou que estava "acabando o alpiste" e o presidente teria dito que é "muito importante" manter. Lúcio Funaro é apontado pelos investigadores como um operador próximo a Eduardo Cunha.

Após a resposta do presidente, segundo o delator, Joesley Batista orientou o diretor da empresa a "continuar pagando mais uma ou duas aí pro Lúcio, até nós definirmos da onde vai vir esse dinheiro agora pra pagar".


Palavras-chave

Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM