Jornal do Commercio
DELAÇÃO PREMIADA

Deputado pediu à JBS R$ 150 milhões em propina para votos contra impeachment de Dilma

Pagamento que não foi concretizado na sua totalidade foi fruto de negociação entre João Bacelar (PR-BA) e o empresário

Publicado em 19/05/2017, às 17h15

Deputado pediu apoio para a compra de votos a favor de Dilma / Foto: EVARISTO SA / AFP
Deputado pediu apoio para a compra de votos a favor de Dilma
Foto: EVARISTO SA / AFP
JC Online

Joesley Batista, dono da JBS, relata em delação premiada que a aproximação com Guido Mantega, ex-ministro da Fazenda do PT, rendeu-lhe o pagamento de propina a deputado num acordo para tentar salvar Dilma Rousseff (PT) do impeachment. Conforme o documento, Guido Mantega aproximou o empresário do deputado João Bacelar, que pediu R$ 150 milhões para pagar 30 deputados que votariam contra o impedimento da petista na Câmara.

>>> Confira íntegra dos documentos

Guido Mantega solicitou ajuda de Joesley Batista para não depor na CPI do Carf, comissão da qual João Bacelar era o relator. Joesley procurou Bacelar e pediu a ajuda para Guido Mantega. O episódio resultou na aproximação entre o empresário e o deputado abrindo caminho para Bacelar solicitar ajuda contra o impeachment de Rousseff.



Negociação

Em um encontro surpresa, na casa de Joesley, Bacelar apareceu e fez a solicitação de R$ 150 milhões para pagar a 30 deputados que supostamente votariam contra o impeachment. O pedido não foi aceito na sua totalidade. O dono da JBS estava disposto a pagar apenas R$ 15 milhões a 5 deputados, R$ 3 milhões a cada um que se comprometesse a votar em favor de Rousseff. Do total negociado, Joesley pagou, até o o firmamento da delação, R$ 3,5 milhões.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

O Mundo de Rafa O Mundo de Rafa
Rafael foi diagnosticado com síndrome de Asperger apenas aos 11 anos. Seus desenhos contam pedaços muito importantes da sua história. Exprimem momentos de alegria, de comemoração e também de desabafo, de dor
Gastos dos parlamentares pernambucanos Gastos dos parlamentares pernambucanos
Os deputados federais da bancada pernambucana gastaram, no 1º semestre deste ano, R$ 5,1 milhões em verbas de cotas parlamentares. Já os senadores gastaram R$ 692 mil. Os dados foram coletados com base no portal da transparência da Câmara e do Senado
Um metrô ainda renegado Um metrô ainda renegado
São 32 anos de operação e uma eterna luta por sobrevivência. Esse é o metrô do Recife

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM