Jornal do Commercio
Delação da JBS

Onyx Lorenzoni admite ter recebido dinheiro de caixa 2 da JBS

Deputado admitiu ter recebido R$ 100 mil em dinheiro vivo da JBS. Lorenzoni ficou conhecido por ser o relator do projeto de 10 Medidas Contra a Corrupção

Publicado em 19/05/2017, às 21h12

Lorenzoni afirmou ainda que não declarou o dinheiro de caixa 2 porque teria que utilizar um laranja para que o valor pudesse ser acrescentado em sua prestação de contas / Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Lorenzoni afirmou ainda que não declarou o dinheiro de caixa 2 porque teria que utilizar um laranja para que o valor pudesse ser acrescentado em sua prestação de contas
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
JC Online

Em entrevista realizada nesta sexta-feira (19) para a Rádio Gaúcha, o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) admitiu que recebeu dinheiro de caixa 2 da JBS para sua campanha nas eleições de 2014. Ele pediu desculpas para seus eleitores e classificou que sua atitude foi um erro.

"No final de setembro de 2014, naquela reta final da campanha, quando era lícito pedir recursos para empresas e associações de empresas para tentar se mobilizar, eu recebi R$ 100 mil reais da JBS. O erro foi meu de ter colocado na minha campanha esse dinheiro", declarou. De acordo com o deputado, o dinheiro foi entregue em espécie.

O parlamentar afirmou ainda que não declarou o dinheiro de caixa 2 porque teria que utilizar um laranja para que o valor pudesse ser acrescentado em sua prestação de contas. "Como faço? Pego o dinheiro de Caixa 2 e coloco onde? Não posso botar na minha conta e tranferir. Vou arrumar uma empresa para assumir isso e arrumar uma laranja? Aí não, aí estou lavando dinheiro", afirmou.



Agora eu vou ao Ministério Público e ao judiciário para responder por esse erro que cometi. E vou pagar a conta. Quero sim ter condições de me habiitar para disputar as eleições de 2018. Devo isso a minha história, ao povo do Rio Grande e às pessoas que sempre acreditaram em mim", afirmou Lorenzoni.

Também citado na delação da Odebrecht, Lorenzoni fez questão de afirmar que, no caso da empreiteira, ele não recebeu nenhum tipo de vantagem indevida. "Eu não recebi aquele dinheiro da Odebrecht, aquilo é uma armação para me intimidar. Vou provar que é uma armação e eles não vão me calar", concluiu.

Deputado é o relator do projeto de 10 Medidas contra Corrupção

Onyx Lorenzoni se tornou conhecido nacionalmente por ser o relator do projeto de lei das 10 Medidas contra corrupção. O projeto, inclusive, tem como uma de suas propostas a criminalização do caixa 2. "Quando fui relator do projeto das 10 medidas eu briguei para criminalizar quem dá e quem recebe, com alta gravidade. Talvez ali eu estivesse tentando espiar o meu erro", declarou.


Palavras-chave

Recomendados para você


Comentários

Por ronaldo,20/05/2017

Seria engraçado se não fosse trágico, pois era o relator das 10 medidas de combate a corrupção na Câmara. Baita hipócrita corrupto!

Por Osvaldo,19/05/2017

Pois é ...................... mais um que era arauto da moralidade e ética na política. Só da boca para fora, pois estava "comendo" também! Mais um cínico desta que já é considerada a pior legislatura do congresso nacional. Que os gaúchos "lembrem" disso o ano que vem para não repetir, novamente, o grande erro de elegê-lo. Não ao DEM-RS!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Recife em Transformação Recife em Transformação
A cidade e o desafio de traçar o seu futuro
Zika em mil dias Zika em mil dias
Já se passaram quase 2 anos e meio desde que o JC anunciou a explosão de casos de recém-nascidos com microcefalia. Muitas dessas crianças já completaram os seus primeiros mil dias de vida. Famílias e especialistas revelam o que aconteceu nesse período
Logística e inovação Logística e inovação
Você sabe o que é logística? Ela parece invisível, mas está presente no nosso dia a dia, encurtando distâncias. Quando compramos uma maçã no supermercado, muitas vezes não nos damos conta do caminho que percorreu até chegar a nossas mãos

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM