Jornal do Commercio
STF

Temer será investigado por organização criminosa, corrupção passiva e obstrução

Inquérito contra o presidente da República, Aécio Neves e o deputado Loures foi aberto nessa quinta-feira (18)

Publicado em 19/05/2017, às 16h15

Presidente é alvo de inquérito após delação da JBS / Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Presidente é alvo de inquérito após delação da JBS
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
JC Online

Um único inquérito irá apurar a prática de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução à Justiça por parte de Temer (PMDB), Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado Rocha Loures (PMDB-PR). O inquérito, que foi aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) nessa quinta-feira (18), foi divulgado pelo Supremo nesta sexta-feira (19).

>>> Leia íntegra dos documentos

Na delação do dono da JBS, Joesley Batista, há a confirmação de que Temer atuou em conjunto com Aécio Neves e o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, para tentar cooptar delegados responsáveis pelas investigações.



Ainda seguindo o relato, Temer teria sido alertado sobre pagamento feitos a Eduardo Cunha pelo empresário, uma tentativa de calar a boca do ex-deputado enquanto preso. O presidente ainda teria acordado outros pagamentos de propina junto ao dono da JBS desde 2010. Aécio ainda teria recebido propinas do empresário.

O deputado Rocha Loures teria atuado como o interlocutor e intermediário dos pagamentos irregulares feitos por joesley.

Decisão

No documento enviado ao STF consta a decisão: "Em reunião preliminar, realizada no dia 7/4/2017, foram efetivamente apresentados alguns elementos de prova que indicam a possível prática de crimes por parte do presidente da República Michel Miguel Elias Temer Lulia, do deputado Rodrigo Santos da Rocha Lourdes, do Senador Aécio Neves da Cunha e de outras pessoas a eles ligadas, mas não detentoras de foro por prerrogativa de função", diz a decisão de Fachin.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Reinventar Reinventar
A velocidade na criação de novidades tecnológicas nos faz pensar que o futuro é todo dia. E nós também precisamos sair do lugar. No mercado de trabalho, o impacto dessas transformações exige a capacidade de se reinventar. Veja o que o futuro lhe reserva
Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção Rodoviários: ''máquinas'' sem manutenção
Carga horária excessiva, más condições de trabalho, terminais sem estrutura apropriada e os riscos ocupacionais aos quais estão submetidos. O transporte rodoviário está em quarto lugar entre as profissões com mais com comunicações de acidentes de trabalh
#UmaPorUma #UmaPorUma
Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. Uma por uma, vamos contar todas. Mapear onde as mataram, as motivações do crime, acompanhar a investigação e cobrar a punição dos culpados. Um banco de dados virtual.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM