Jornal do Commercio
Eleição 2018

Paulo Câmara deixa portas abertas para o PT e para Lula

Governador de Pernambuco, que é vice-presidente nacional do PSB, no entanto, destaca que não é o momento de falar de eleições

Publicado em 06/07/2017, às 16h38

Lula e Paulo Câmara não têm se encontrado para falar de política, de acordo com o governador / Divulgação
Lula e Paulo Câmara não têm se encontrado para falar de política, de acordo com o governador
Divulgação
JC Online

Ao comentar a fala do ex-presidente Lula (PT) sobre a volta de uma união entre petistas e o PSB para a eleição presidencial de 2018, o governador Paulo Câmara, que é vice-presidente nacional dos socialistas, deixou claro que nenhuma porta está fechada.

“O PSB quer sempre contribuir e está aberto, sempre esteve muito aberto a muitas oportunidades. Agora, vai precisar de muita conversa, de sentar à mesa, ver qual é a estratégia para 2018, qual é o rumo e qual o caminho que vai querer percorrer”, disse.

Paulo e Lula se encontraram em 2015, em São Paulo, logo após o socialista assumir o Estado. Eles se reuniram em outras ocasiões, como na inauguração de uma fábrica no Estado e no velória de dona Marisa.

“De política, faz tempo que a gente não conversa”, informou o governador.

Por candidatura a governadora, Marília Arraes se reúne com Lula

Em evento do PT, Dilma lança candidatura de Lula à presidência

Ciro Gomes: 'A candidatura de Lula seria um desserviço ao País'

Lula é o preferido do pernambucano para a presidência da República

Paulo Câmara elogiou o ex-presidente e disse que Lula trouxe “muitas obras” a Pernambuco e que tem uma identidade com o Estado, mas evitou dar uma declaração mais contundente sobre eventual retomada da aliança.

“O clima de Brasília está muito confuso, instável e realmente sem definição do que vai ocorrer. Todo dia tem uma notícia nova. O cenário está precoce para se fazer qualquer avaliação, principalmente sobre 2018. A gente tem, agora, que ver saídas para o Brasil e é nisso em que estou focado”, despistou.

A vereadora Marília Arraes (PT), que esteve com Lula há poucos dias e é cotada para ser rival de Paulo em 2018, avaliou a citação do ex-presidente.



“Não dá para analisar essa declaração sem destacar em qual contexto ele deu a entrevista. Ele falou isso para uma rádio na Paraíba e o posicionamento do PSB lá é diferente do posicionamento do PSB daqui. O governador da Paraíba (Ricardo Coutinho) apoiou e apoia Dilma e Lula”, enfatizou.

O QUE DISSE LULA

O ex-presidente Lula afirmou que sonha em construir um bloco de esquerda progressista para disputar as eleições presidenciais em 2018. Em entrevista à Rádio Arapuan, de Campina Grande (PB), ele citou os partidos PT, PSB, PDT e PCdoB para construírem um “programa pragmático” no pleito. Ele também afirmou que o senador Aécio Neves (PSDB) e o presidente Michel Temer (PMDB) estão provando do veneno que produziram.

"Estão colhendo tempestade porque plantaram vento", declarou.

O petista disse que outros partidos de esquerda e “personalidades dignas” de outros partidos também podem se juntar ao bloco.

"É muito difícil hoje imaginar que você possa fazer a aliança política que foi feita em 2010, mas é muito complicado também imaginar que um partido sozinho tem força para ganhar as eleições", declarou o ex-presidente.

O petista voltou a repetir que tem interesse em ser candidato a presidente em 2018, mas afirmou que não é certa sua candidatura.

"Primeiro, vamos ver se sou candidato, se o partido vai me lançar candidato, depois é que vamos começar a conversar". Ele disse que não quer voltar a governar, mas a “cuidar do povo”.

Na expectativa de ter a sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro no caso do triplex do Guarujá nos próximos dias, Lula afirmou que já provou sua inocência e pediu provas para embasar uma condenação. Uma eventual condenação, se confirmada em segunda instância, o impediria de disputar as eleições.


Recomendados para você


Comentários

Por voto no pt sempre,07/07/2017

Boa tarde , não voto em Paulo câmara de jeito nenhum .... mais em Lula com certeza .

Por Cesar,07/07/2017

Olha que aproveitador. Teus dias estão contados Paulo"bestão" Câmara! Deixa abrir a caixa preta das obras da Arena Pernambuco, onde o Sr. e o Sr. Geraldo Julio eram os gestores. Tão atolados até a alma por desvios de dinheiro público.

Por LYRA,07/07/2017

Pessoas sérias, honestas e trabalhadoras, jamais deveriam se envolverem em conversa entre BANDIDOS e facções criminosas mas, mesmo sendo o BANDIDO LULA um dos melhores presidentes que o País já teve, principalmente em termos de NE, foi traído pelo pelo BANDIDO MORTO EDUARDO CAMPOS 10% e, agora vai acabar de se LASCAR com um dos CHEFES DA QUADRILHA criada e deixada pelo morto acima citado, o BANDIDO PAULO CÂMARA, ou seja, vou parar por aqui para não escrever mais a palavra BANDIDO, a não ser que a substitua por LADRÃO.

Por EDWIN,07/07/2017

Que Deus tenha piedade de nós Pernambucanos elegeram uma desgraça chamado Paulo Câmara.

Por Paulo,07/07/2017

Esse é mais traidor do que Dudu Malvadeza, e muito!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Prêmio ISS Recife Prêmio ISS Recife
Principal item da receita própria dos municípios, o Imposto Sobre Serviços (ISS) entra no cofre das prefeituras tanto para custear despesas quanto para viabilizar investimentos nas cidades.
#ConexãoPelaVida #ConexãoPelaVida
Há quase dois séculos, o Real Hospital Português mantém a sua atenção voltada para o bem-estar dos pacientes. Conheça um pouco mais sobre a instituição médica que aos 162 não para de se modernizar
Agreste Empreendedor Agreste Empreendedor
O Agreste pernambucano é a região que mais cresce em Pernambuco. E, por incrível que pareça, a força motriz que puxou esse desenvolvimento foi o empreendedorismo.

    LOCALIZAÇÃO

  • Rua da Fundição, 257 Santo Amaro, Recife - PE
    CEP: 50040-100
  • assinejc.com.br
  • (81) 3413-6100

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2017 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM